ONG realiza bazar beneficente em prol de animais resgatados

Instituição visa arrecadar dinheiro para pagar dívida de R$ 13 mil em clínicas veterinárias

As ONGs (Organizações não Governamentais) que acolhem animais abandonados e vítimas de maus tratos trabalham com recursos limitados e precisam se desdobrar para continuar de portas abertas. A fim de levantar fundos para quitar uma dívida que ultrapassa os R$ 13 mil em clínicas, a ONG Guarda Animal realiza neste sábado e domingo (25 e 26) o 2º Bazar Solidário, em Campo Grande.

O evento contará, além da venda de produtos e comidas para pet, com feira de adoção de animais resgatados. “Nossa maior dificuldade é sempre financeira, não temos como comprar ração, medicamentos e pagar as contas de vacinas, castração e tratamentos”, explica Nathalia Sousa, que junto à irmã, Paola Sousa, fundou a instituição há 2 anos.

Apaixonadas por pets, as irmãs eram protetoras independentes, mas o números de resgatados cresceu a ponto de criarem a Guarda Animal. A instituição conta, atualmente, com 80 animais recolhidos – 67 cães e 13 gatos.

A ONG pega bichinhos feridos e debilitados e trata até estarem aptos para adoção. O cuidado gera gastos e exige consultas com veterinários e medicação.

“São vidas que merecem cuidado, por isso reforçamos a necessidade da adoção com responsabilidade. Muitas pessoas adotam e quando o animal adoece ou envelhece é abandonado, caindo a responsabilidade sobre as ONG’s e protetores”, explica Nathalia.

A meninas ainda garantem que a ONG não tem condições de recolher mais nenhum animal até quitar ao menos parte da dívida. A organização do bazar aceita doações de roupas em bom estado para o evento.

A ação é realizada pela Guarda Animal em parceria com a Casa Gourmet, que sedia o evento. Haverá ainda produtos à venda da Gatti e Artes, Petflore’s, Tomazela Doces e Prince Coleiras.

Serviço:

2° Bazar Guarda Animal

Data: dias 25 e 26 de maio de 2019 (sábado e domingo) – das 10h às 17h30

Local: Casa Gourmet – Av. Rodolfo José Pinho, 1165 – Itanhangá Park

Mais notícias