Publicidade

Nego do Borel adia gravação do DVD após polêmica

Cantor afirma que momento é de reflexão

Ao ser taxado de transfóbico após polêmica com a youtuber Luisa Marilac, Nego do Borel decidiu adiar a gravação do DVD que estava marcada para o próximo dia 29, no Rio de Janeiro. O funkeiro alegou, pelas redes sociais, que a decisão foi tomada por ele ter descoberto que a data marca o Dia da Visibilidade Trans. Ainda não foi divulgada a nova data, mas o cantor afirmou que o momento é de reflexão.

O cantor passa por uma má fase. Tudo começou quando Luisa Marilac publicou um elogio no Instagram de Borel e o cantor respondeu chamando a youtubber de “homem gato”. Centenas de internautas criticaram a resposta do artista e o acusaram de ser transfóbico. A polêmica refletiu na carreira musical de Borel que acabou perdendo parceiras com Ludmilla e Luisa Sonza.

“Pessoal, boa tarde. Nos últimos dias venho tentando aprender. Estou aprendendo e entendendo o significado de tudo que vem acontecendo. Descobri que no dia 29 de janeiro é o Dia da Visibilidade Trans. Em respeito a todas as pessoas que feri, a comunidade LGBT+ e aos meus amigos que convidei para gravar o DVD junto comigo, peguei, sentei com a minha galera e tomei a decisão de deixar o meu DVD para gravar em outro momento. Agora não vai ser um momento de comemoração. Vai ser um momento de reflexão” declarou o cantor.

A gravadora do funkeiro também se pronunciou por nota:

“A Sony Music se solidariza com todos que têm sofrido algum tipo de constrangimento e discriminação e reafirma o compromisso com a promoção da igualdade de gênero, sexual, étnico-racial, religiosa, repudiando toda e qualquer manifestação de preconceito com todos os grupos sociais historicamente discriminados nesse país”.

Mais notícias