Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

História e legado de Glorinha Sá Rosa entram na Avenida pela Deixa Falar

Familiares, amigos e alunos da professora buscam o bicampeonato

Um dos mais importantes nomes da cultura sul-mato-grossense será homenageado pela Escola de Samba Deixa Falar. Com o samba-enredo “Simplesmente, Glorinha Sá Rosa”, a agremiação busca o bicampeonato, este ano, contando a história de vida, ensinamentos e legado deixado pela Glorinha.

A Deixa Falar vai contar com o apoio da família, alunos e fãs da professora, que prometem levar para o sambódromo desde a infância até a trajetória que consagrou Glorinha como um ícone das artes no Estado.

Francis Fabiano, carnavalesco e presidente da Escola, explica que ficou encantando quando começou a pesquisar todos os feitos de Glorinha. A escritora terá seu caminho será narrado pelos olhos da agremiação, representados por cerca de 450 integrantes que vão entrar no sambódromo divididos em 3 carros alegóricos e 12 alas.

O principal orgulho da Deixa Falar, de acordo com Francis, foi elaborar todas as peças com 100% de mão de obra do Estado. A busca pelo título será traçada “com a cara de Mato Grosso do Sul” feito com artesãos, serralheiros, aderecistas e costureiros nascidos e criados na mesma terra que a homenageada escolheu para criar raízes.

Caçula entre as agremiações da capital, Deixa Falar nasceu há 8 anos quando Francis decidiu andar com as próprias pernas e, desde então, sempre “bateu na porta”. A sonhada vitória chegou pela primeira vez no ano passado e engrossou o acervo de 6 troféus do Primeiro Grupo que a Escola já colecionava.

“Este ano a história nos permite viajar e vamos desfilar com várias surpresas. Tem tantos nomes envolvidos já que Glorinha incentivou e fez festivais de música universitária em Mato Grosso do Sul. Há 8 anos, desde a criação, sempre batendo na porta, mas em 2019 fomos campeões. Por mais difícil que seja, vamos mostrar um grande Carnaval.”

O nome da agremiação, escolhido pelo carnavalesco, trouxe nas malas a cultura sambista do Rio de Janeiro. A Deixa Falar tem como trunfos a extensa experiência profissional do fundador, Francis Fabiano, que marcou nome como figurinista de atrações nacionais (como o Chacrinha na Rede Globo e Chiquititas no SBT) e fez escola com grandes nomes da folia de Momo carioca.

Francis explica que o nome foi inspirado nos tempos áureos do samba quando, no Estácio de Sá no Rio de Janeiro, os sambistas se juntavam e os negros começaram a usar terno de linho e chapéu. A vestimenta levantava burburinho na vizinhança, mas era respondida com “deixa falar”. A expressão batizou o que se transformaria, anos mais tarde, na atual Escola de Samba Estácio de Sá.

Foto: Roberto Higa

“Quando vim para cá, há 14 anos, tinha cabeça Carnaval do Rio de Janeiro. Agora só faço enredos que falem daqui, temas bairristas. Nossa festa está melhorando muito, as Escolas estão muito empenhadas. Este ano, a Deixa Falar vai ter muito artista, muitos herdeiros da Glorinha.”

A Escola de Samba realiza os ensaios todas as sextas-feiras, das 19h às 23h, na Rua José Sabino da Costa, 890, na Vila Nasser. A bateria é comandada pela Rainha Lara Morena. No dia 23 deste mês, a agremiação faz o tradicional ensaio de rua, na avenida são Nicolau, no bairro Santa Luzia, a partir das 19h.

Confira o samba-enredo:

Da carnaúba ao ipê,

Bocaiúva e pequi,

Gostinho de quero mais,

Cajá, caju, guavira,

o quebra torto e bom demais,

Ceará ficou pra trás.

Cearense de nascença,

Campo-grandense se

tornou por adoção,

Desde a tenra idade as

palavras,

Tomaram o seu coração,

cruzando infinitas

formas,

A fala se torou poesia,

Glorinha, és enredo

fascinante,

Do reinado dos versos ao

reinado da folia.

Não mexa com o tigre que ele

é feroz,

Vem com a Deixa Falar, solte a

sua voz,

Trago a mais linda Rosa para a

avenida,

Canta tricolor, feliz da vida.

Crônicas da vida,

Guimarães Rosa foi o

protagonista,

Na forma de falar e escrever,

A inteligêcia é a alma de

artista.

Oh, Gloria!

Imortal do nosso Estado,

A Sua obra deixa legado,

Para um futuro que virá,

Transformar,

A essência humana era o seu

ideal,

E hoje a Deixa Falar,

Faz da sua vida carnaval.

Comentários
Carregando...