Fraternidade sem Fronteiras completa 10 anos com ação na Favela do Mandela

Fraternidade leva amor aos mais necessitados em vários cantos do mundo

União de amor e acolhimento aos mais necessitados é a realidade de quem faz parte da ONG campo-grandense Fraternidade sem Fronteiras, que nesta sexta-feira (15) levou até a Favela do Mandela, na Capital, muita brincadeira para a criançada, serviços de corte de cabelo, distribuição de cestas básicas e até um café da manhã reforçado.

A Fraternidade sem Fronteiras comemora dez anos e o dia foi de levar ações para comunidades em 77 locais do Brasil, também mais cinco países atendidos pela Fraternidade. “Com apoio dos voluntários ajudamos quem mais precisa nos lugares mais desafiadores, sem restrições étnicas, geográficas ou religiosas”, levando amor e fraternidade”, explicou o presidente da Fraternidade, Wagner Moura.

Wagner afirma que ver o projeto crescendo significa a realização de um sonho. “É a consolidação de um sonho ver tudo isso, ver vários povos unidos e saber que podemos mudar a realidade de muitas pessoas, famílias e comunidades”, destacou.

Ariane da Silva faz parte da orquestra da Fraternidade e lembra de quando entrou no projeto. “Morava no Estrela Dalva e uma vez eles tocaram na escola, me interessei e quis fazer parte”, conta. “Entrei tocando e ao fazer parte de tudo me ajudou psicologicamente, é gratificante ajudar outras pessoas, mudou minha vida, minha realidade e hoje sou muito grata por fazer parte disso”, afirma Ariane.

A dona de casa Fabiana Cezar recebe atendimento da fraternidade, como ajuda com alimentos, que são levados toda semana na região. “É uma ajuda a mais pra gente, tem muitas pessoas aqui que estão em uma situação pior que a minha e somos muitos gratos por isso”, disse.

Lorraine Pereira de Andrade também é dona de casa e aproveitou a ação para levar os três filhos. “Meu marido trabalha e moramos aqui no Mandela. O salário dele não dá conta e o auxílio que recebemos da Fraternidade é muito importante”, comentou.

Além de contar com o café da manhã e apresentação da orquestra, a ação desta sexta também tem muitos brinquedos para as crianças, corte de cabelo, almoço e distribuição de 120 cestas básicas para as famílias que já são cadastradas na Fraternidade sem Fronteiras.

Mais notícias