Cinema de Boteco: TransCine projeta filmes em lugares alternativos

O cinema vai onde o povo está.

O cineclube TransCine (Cinema em Trânsito) tem como propósito ser um cinema itinerante, que discute assuntos pertinentes destacadas nas produções cinematográficas, além de gerar um fomento ao audiovisual regional. A ideia de exibir em lugares públicos veio da percepção que o cinema deve estar mais presente na vida das pessoas, transpondo as paredes das grandes redes de cinemas, chegando aos bairros da capital e mais perto da população.

Desde de sua criação, em 2012, o TransCine é realizado apenas com recursos próprios, sem nenhum recurso público. Quem faz acontecer são os profissionais Givago Oliveira, Mariana Sena e Catia Santos.  De forma independente, o cinema em trânsito já alcançou um público indireto estimado de 100.000 pessoas, segundo os realizadores. “Buscamos discutir novos olhares para a quebra de paradigmas e segregação social, discutir a urbanidade, o gênero, a identidade, a autoestima, entre outros assuntos”, revela Mariana Sena, Produtora.

O projeto vai além da exibição dos filmes, a proposta é gerar discussão e novos pontos de vista sobre os assuntos abordados nas produções exibidas. “Buscamos apresentar produções alternativas, filmes produzidos em MS e também filmes disponibilizados da internet (Vimeo, Youtube, Porta Curtas…), cujo objetivo é fomentar um novo olhar sobre as produções audiovisuais” conta.


Programação para o dia 02/11

A Janela da Outra, curta de Larissa Anzoategui (foto: reprodução)

A JANELA DA OUTRA
Curta-metragem de Larissa Anzoategui
Sinopse:
Quem está do outro lado da janela? O delírio, a paranoia e a fusão.

ATO OU TRAVESTICE
+DEUSA TRAVESTI ME TIRE DAQUI+
Vídeo-performance de Fgy Isa
Trilha sonora Alice Guel – Deus é Travesti
sinopse:
Primeiro ato. consiste em um corpo estranho maquiando-se como palhaça. Segundo ato. auto-tatuagem, projeta-se o abatedouro de um cavalo e se lê na pele CARNE. Terceiro ato. expõem a violência sofrida pela transsignificação de corpos, ou apenas Disforia.

Serviço
TransCine
Butteko Bar, Rua Camapuã, 71 – Amambai