Casal faz bodas de diamante recriando casamento que aconteceu há 60 anos

Armando e Zilvete Ortiz se conheceram no Belmar Fidalgo e desde então são apaixonados e construíram uma família 44 pessoas

O amor se fez presente em Campo Grande neste domingo (29) para encerrar 2019 dando esperanças para os românticos clássicos. O casal Armando Ortiz, de 82 anos, e Zilvete Diniz Ortiz, de 81 anos, comemoraram as bodas de diamante neste domingo na Avenida 3 Barras e recriaram o casamento que aconteceu há 60 anos, em 31 de dezembro de 1959, com direito a uma réplica do bolo original e os mesmos pajem e dama de honra.

Os noivos contam que quem teve a ideia do tema nostálgico da festa foi uma das filhas do casal, Tânia. “Ela quis mostrar que 60 anos atrás foi tudo tão bom e para revivermos como forma de resgatar as memórias. Eu tinha 21 e ele 22 anos”, conta dona Zilvete em entrevista ao Jornal Midiamax.

Armando e Zilvete tiveram o primeiro contato por acaso na Praça Belmar Fildago, no centro de Campo Grande. Ambos nascidos na Capital Morena, os jovens tinham destinos diferentes. Ela estudava e ele trabalhava como balconista. A primeira troca de olhares veio depois de um assovio enquanto ela caminhava na praça. “Ele me deu um sinal, e tive que olhar pra trás. Fui embora e deixei pra lá. Não tinha beijo, não pegávamos nem na mão. Só conversa e olhares”, conta Armando.

No outro dia, ao entrar numa loja encontrou o rosto conhecido do futuro amado, que trabalhava como balconista no estabelecimento. E a partir daí criou-se a história de amor que deu fruto 5 filhos, 12 netos e 12 bisnetos, 2 previstos para chegar em 2020 na família Ortiz.

O segredo desse amor duradouro? Vamos deixar que os dois mesmos contem: “Paciência, amor e respeito. Respeito é a palavra chave, é isso que segura o casamento”, contam Zilvete e Armando. Confira as fotos do casamento abaixo:

Mais notícias