Boutiques sensuais oferecem ‘brinquedos picantes’ para todos os bolsos no Dia dos Namorados

Produtos têm evoluído com o passar do tempo e chegam a custar mais de R$ 1 mil

Apesar de serem facilmente encontradas, as boutiques sensuais ainda são um tabu para muitas pessoas. Os conservadores costumam torcer o nariz para este tipo de estabelecimento mas, com o passar do tempo, os “brinquedinhos picantes” e adereços começaram a cair no gosto dos casais que buscam fugir do tradicional.

O Jornal Midiamax foi até uma boutique sensual, localizada na rua Maracaju em Campo Grande, para conferir quais são os produtos mais procurados pelos clientes. De bolinhas explosivas a estimuladores, o segmento erótico oferece artigos que cabem em todos os bolsos. Os lubrificantes básicos dividem espaço nas prateleiras com plugs requintados para garantir prazer aos solteiros e também aos casais.

Campeões de vendas, as bolinhas explosivas, os óleos lubrificantes e as pomadas excitantes são aliados para quem tem uma vida sexual ativa.

O pacote com 2 bolinhas é oferecido, a partir de R$ 25, com diversos sabores e sensações de temperatura. O produto é introduzido no órgão sexual feminino e “explode” lá dentro, soltando o líquido lubrificante. Quem quiser unir o útil ao agradável, o óleo 3×1, de R$ 75, serve para massagem corporal, lubrificação e gel íntimo oral.

Diferente das tradicionais, a vela sem parafina, de R$ 85, vira óleo quando queima e pode ser derramada pelo corpo para diversas brincadeiras. Sensação no ano passado, o colar de pérolas é oferecido em um kit, de R$ 145, acompanhado de lubrificante siliconado para massagem íntima masculina.

A caneta beijável, de R$ 38, é a queridinha dos casais que gostam de escrever. O item comestível pode ser usado para rabiscar o corpo e tem sabores que vão desde mente até chocolate.

Para elas

Os estimuladores clitorianos evoluíram com o desejo das mulheres de descobrir todas as zonas erógenas do próprio corpo. Os brinquedos picantes lotam as prateleiras e são oferecidos com aumento de velocidade, controle remoto, sem fio e à prova d’água.

Com material de ponta, os estimuladores importados podem ser encontrados a partir de R$ 850. O brinquedo que simula o sexo oral e pode ser usado no chuveiro ou banheira custa R$ 1.102.
Também por R$ 850, o cliente pode comprar um vibrador que aquece, tem controle remoto sem fio e é recarregável.

Os plugs anais são encontrados a partir de R$ 88 e servem tanto para dar “um up” na pessoa que está usando, como para masturbação e preparação para a relação sexual.

As calcinhas tailandesas, de R$ 78, são outra novidade que podem apimentar o contato do casal. As pérolas costuradas estrategicamente na abertura íntima proporcionam massagem no pênis durante a penetração.

As lingeries de meia macacão despertam os fetiches de homens e mulheres. A vestimenta pode ser adquiridas por R$ 185 e servem do P ao GG.

12