Aos 82 anos, morre patriarca do Circo Hermanos Rodriguez

Seu Lídio estava com câncer e precisou ser induzido ao coma

Lídio Rodriguez, bisneto do fundador do Gran Circo Hermanos Rodriguez e patriarca da família circense, morreu no último sábado (30), na Santa Casa, em Campo Grande.

Aos 82 anos, no dia 8 de março seu Lídio passou mal e foi encaminhado ao hospital com dificuldades de respiração. Na Unidade passou por exames e precisou ser induzido ao coma. Conforme um dos netos, os exames apontaram que o patriarca da família Rodriguez estava com câncer em estado avançado e teve falência múltipla dos órgãos.

O circo, que está montado na Praça do Papa, deve voltar às atividades nesta sexta-feira (5). Seu Lídio foi tema de reportagem comemorativa do Jornal Midiamax no Dia Internacional do Circo, no mês passado.

Ainda que em idade por muitos considerada avançada, o patriarca da família era o principal responsável pela atual logística e administração do Gran Circo. A grandeza e honestidade deixadas por seu Lídio como exemplo conquistaram centenas de fãs ao longo das cidades por onde o picadeiro passou.

Quando chegava em município desconhecido, seu Lídio fazia questão de cumprimentar cordialmente todos os visitantes. As boas-vindas à arena eram muito mais que a abertura das cortinas, eram os sorrisos que o patriarca distribuía para quem o procurasse.

Desde criança seu Lídio sentia que o circo era seu legado. Durante a infância, observava os mais velhos e também se divertia de cidade em cidade levando a magia das apresentações para o respeitável público.

Com o passar do tempo, a puberdade foi chegando e, na juventude, Lídio virou toureiro e arrumou inúmeras namoradas. Ele lembra que chegou a “casar” 36 vezes, mas nenhuma garota parecia se encaixar na vida agitada e, ao mesmo tempo, religiosa que o pretendente seguia.

A grande história de amor de sua vida começou a ser traçada em uma cidade no Oeste de Santa Catarina chamada Chapecó. Quando o circo desembarcou no município, ele acabou conhecendo Raquel Tereza, uma das primeiras professoras da região. Na época, há 58 anos, a paixão aconteceu a primeira vista.

Agora, a bordo de trailers, a família dos 7 filhos, 5 genros, 2 noras, 24 netos e 14 bisnetos, além de outros colaboradores que fazem parte da trupe, não medem esforços para continuar a corajosa trajetória deixada por seu Lídio.

Mais notícias