Ambientes sem graça? Aprenda a envelopar móveis com pouco dinheiro

Revestimento pode dar um novo visual na decoração de casa

Móveis desgastados com o tempo ou monocromáticos podem ser facilmente reformados para dar uma cara nova na decoração de casa. Rápido e prático, uma das opções mais em conta é o envelopamento de móveis com papel contact. Com um pouco de habilidade, peças de mobília podem se transformar em poucos minutos, mas é preciso ficar atento a alguns detalhes.

Antes de começar, verifique se o móvel possui acabamento liso e sem arranhaduras. Caso esteja muito desgastado com o tempo, você poderá fazer o lixamento com uma lixa própria para madeira.
A peça também deverá estar limpa e livre de gorduras. Para garantir que o móvel esteja pronto para a transformação, utilize um pano úmido com um produto de limpeza nas superfícies e espere secar.

Caso tenha algum parafuso, o acessório deve ser retirado antes do processo.

Materiais necessários:

– Adesivo para envelopar móveis (papel contact). Nas papelarias e lojas de decoração existem uma infinidade de opções em cores e texturas de adesivos. Fique atento, se a peça for muito grande prefira as folhas com 2M para evitar muitas emendas.

– Régua ou espátula. Estes objetos são indispensáveis para auxiliar na hora da colagem. Com a ajuda da espátula, o papel desliza com mais facilidade e impede a formação de bolhas. Cartão de crédito antigo ou um paninho também fazem o mesmo papel, mas tome cuidado para não danificar o adesivo.

– Secador de cabelo. Se o móvel tiver detalhes ou desníveis, o secador de cabelo pode ajudar a ter um acabamento impecável.

– Estilete

Foto: Simpli Chique

Passo a Passo:

1- Meça a área a ser envelopada e corte o papel no tamanho da superfície para facilitar a aplicação. Não esqueça de deixar uma folguinha em todos os lados, de pelo menos 1 cm, como margem de segurança para dar o acabamento final.

2- Descole o plástico de proteção do papel contact em 5 cm e comece a grudar na superfície. Com a ajuda da espátula, vá alisando a parte que você já colou enquanto tira o papel de baixo simultaneamente. Se aparecer alguma bolha nesta hora, retire cuidadosamente a parte danificada e recoloque novamente alisando bem.

Foto: Simpli Chique

3- Nos locais onde a espátula não chega você pode passar a unha ou aquecer o local com o secador. O calor do equipamento faz com que o adesivo “enrugue” e chegue nos cantos.

4- O excesso do papel deve ser retirado cuidadosamente com o estile. A régua metálica também ajuda para que o corte não fique torto ou mal-acabado. Quinas e bordas devem ser cortadas em um único movimento com o estilete bem afiado.

Fotos: Simpli Chique
Fotos: Simpli Chique