Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Em tempos de taxas, dicas valiosas para caber tudo na bagagem de mão

Em tempos de taxas para despachar bagagens, com preço cobrados a partir de R$ 30 por mala, feliz é aquele que consegue compactar tudo o que vai usar na viagem em uma única bagagem de mão, daquelas bem pequenas que cabem na cabine do avião.

E para aqueles que não conseguem desapegar e acham necessário enfiar o guarda-roupas inteiro dentro da mala, não se desespere, pois temos a solução. Ou pelo menos algumas dicas bem interessantes.

Com a ajuda da servidora pública Priscila Somera de Medeiros, 28 anos, o MidiaMAIS fez um guia de malas prontas. Idealizadora do projeto Mundo ao Vivo, no qual conta as aventuras mundo a fora, ela precisou encontrar praticidade na hora de arrumar as malas para viajar. E hoje, a Pri divide um pouquinha da experiência dela com a gente.

Segundo ela, antes de começar a preparar a mala, é importante se atentar para algumas coisas. Seguem as dicas:

O clima dita a moda

“Qual é o clima do destino para o qual você vai? Em que estação do ano é sua viagem? Essas informações são importantes para definir o tipo de roupa que você vai levar. Por exemplo, levar um casaco pesado para férias de verão na Tailândia é só carregar peso extra”, ressalta.

Conteúdo x forma

“Não adianta um vestido ser lindo e não ser funcional e não adianta uma calça ser estilosa, mas te deixar desconfortável. O que importa é poder curtir a viagem despreocupado, o resto é secundário”, aconselha.

Listas são legais

“Faça uma lista de tudo o que realmente vai precisar levar na viagem, para não esquecer de nada, mas também para não levar nada em excesso”, diz Priscila.

Menos é mais

“Lembre-se de que você vai ter que carregar tudo o que levar durante toda a viagem, subindo e descendo escadas, entrando e saindo de vôos, faça chuva ou faça sol. Só isso já foi o suficiente para convencer a gente a levar só o essencial”, diz.

“Os principais itens que devemos levar na viagem são vestuário (roupas e calçados), higiene, beleza, itens de saúde e equipamentos eletrônicos. Além disso, não podemos esquecer dos documentos necessários para viagens, livros e outros itens que nos são importantes!
O negócio aqui é fazer seu espaço render e só levar o estritamente necessário”, completa.

Viagens longas

“Em viagens longas, você não precisa levar todo o seu guarda-roupa. Não há nada condenável em se repetir uma roupa durante a viagem e obviamente você pode lavar suas peças quando necessário. Muitas hospedagens oferecem esse serviço a preços bem em conta e você ainda pode levar as roupas para uma lavanderia ou até mesmo lavar você mesmo no chuveiro suas peças mais essenciais. Chato mesmo não é repetir roupas e lavar peças, mas sim carregar durante toda viagem uma mala explodindo de coisas que talvez você nem vai usar”, destaca Priscila.


Fale MAIS!

O que você gostaria de ver no MidiaMAIS?
Envie sua sugestão para o e-mail midiamais@midiamax.com.br, ou pelos telefones 67 99965-7898/3312-7422.

E SIGA a gente no INSTAGRAM @midia_mais_