Artistas de ascendência libanesa realizam exposição em homenagem às suas raízes

Mostra acontece de 30 de novembro a 28 de dezembro

Um dos formadores da história e cultura de Campo Grande, o povo libanês, ganha uma exposição de arte na Capital. A exposição coletiva intitulada “Os Ramos do Cedro” traz obras de artistas descendentes de libaneses. A vernissage acontece na próxima quinta-feira, dia 29 de novembro, às 20h, na Art Galeria Mara Dolzan. A mostra permanece até o dia 28 de dezembro.

Participam da exposição a artista plástica Ana Karla Zahran, o arquiteto e também artista plástico Luis Pedro Scalise, o renomado e premiado fotógrafo Marcelo Buainain, e a artista plástica Therezinha Trad.

Registro das famílias libanesas

A ideia do tema surgiu após uma conversa entre a Marchand e curadora Mara Dolzan e o cineasta Miguel Horta que produziu recentemente um registro pessoal sobre as famílias libanesas em Mato Grosso do Sul, e a convidou para assumir a produção executiva do projeto. Assim, puderam observar que apesar de ser uma colônia com muitos imigrantes, ainda se tem poucos acervos sobre estas famílias.

Conforme o cineasta, a produção do vídeo iniciou há 15 anos, quando observava lojas de famílias libanesas e criou afinidade pela cultura, quando começou a estudar mais sobre, pois achou interessante o fato de a população de imigrantes no Brasil, ser maior que a população do Líbano. Após se apaixonar por esta cultura, se inspirou a realizar estes registros que servirão de base para um filme que está sendo produzido, contando a história de todas as famílias libanesas de Campo Grande.

Assim, Mara decidiu reunir personalidades oriundas de famílias libanesas e criar a exposição “Os Ramos do Cedro” que também vai celebrar os 113 anos da Independência Libanesa comemorada neste mês de novembro em Mato Grosso do Sul. O nome da mostra faz referência a árvore que é símbolo do país, estampando inclusive a bandeira nacional. O vídeo produzido por Miguel Horta, que leva o nome da exposição, também será exibido no local.

Os artistas

O fotógrafo Marcelo Buainain declara que especificamente para este trabalho buscou estabelecer a tentativa de um diálogo entre as imagens que pudessem dar uma ligeira dimensão sobre os personagens e a riqueza da cultura e tradição libanesa. Trata-se de uma seleção com 8 imagens, em preto e branco, fotografadas em negativo, sistema analógico, no início da primeira de década de 2000.

Renomado por suas obras de arquitetura, Luis Pedro Scalise preparou especialmente para a exposição grandes telas exclusivas com fragmentos de letras árabes.   

Ana Karla Zahran se apresenta como ilustradora daquilo que sente: em aquarelas, guaches, acrílicas e papel machê. Sendo que seu trabalho resulta da maneira que enxerga o mundo, através de variadas referências. Descendente de libaneses também se define genética e culturalmente, porque o libanês é um imigrante que se integra sem nostalgia ao país que escolhe viver.

Com um belo trabalho feito em óleo em tela e areia especial, Therezinha Trad apresenta todo seu amor pela cultura libanesa, uma homenagem ao seu eterno companheiro Nelson Trad, de origem libanesa, e seus familiares, unindo carinho e respeito pela cultura.

Galeria Mara Dolzan

Em 2018, a Galeria Mara Dolzan comemora 34 anos de atividade no cenário da arte, mais de três décadas como um ponto de convergência de artistas em geral e apreciadores de arte em Mato Grosso do Sul, tornando-se referência nacional em diversos períodos, sendo citada como uma das melhores galerias do país pela revista  Casa Vogue.

Pioneira na arte de divulgação de artistas regionais, nacionais e internacionais, sempre teve refinamento e variedade nas obras e exposições o que a tornou uma das mais conceituadas do Brasil. A galerista Mara Dolzan define o espaço como um ambiente dedicado à experimentação e estética em geral, cujo objetivo é intercambiar novas tendências entre Mato Grosso do Sul e o mundo, trazer novidades e levar ao olhar nacional e internacional os valores da nossa arte.

Serviço – A exposição “Os Ramos do Cedro” acontece entre os dias 30 de novembro e 28 de dezembro deste ano e a vernissage acontece no dia 29 de novembro às 20h, na Art Galeria Mara Dolzan, localizada na a Rua Teldo Kasper, 180, na Chácara Cachoeira, aberta de segunda à sexta-feira das 9h às 17h, e aos sábados das 9h às 12h. Para mais informações os telefones de contato são (67) 3326-8679 ou 98111-4440.


Fale MAIS!

O que você gostaria de ler no MidiaMAIS? Envie sua sugestão para o e-mail [email protected], ou pelos telefones 67 99965-7898/3312-7422.
Siga a gente no Instagram – @midia_mais_

Mais notícias