MidiaMAIS

Formada pelo Bolshoi Brasil, bailarina ganha maior concurso de balé do mundo

Aos 21, Amanda Gomes foi medalha de ouro no The Varna International, na Bulgária

Guilherme Cavalcante Publicado em 28/07/2016, às 21h27

None
liza_orekova_divulgacao.jpg

Aos 21, Amanda Gomes foi medalha de ouro no The Varna International, na Bulgária

A bailarina brasileira Amanda Gomes, atual solista da Ópera de Kazan, na Rússia, ganhou medalha de ouro em uma das competições mais prestigiadas no cenário mundial da dança, o The Varna International Ballet Competition. Amanda é de Goiânia, mas mudou para Joinville em 2004 com toda a família para iniciar os estudos na Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, onde se formou e teve a primeira experiência profissional ao integrar a Cia. Jovem do Bolshoi durante dois anos.  

Formada pelo Bolshoi Brasil, bailarina ganha maior concurso de balé do mundoAlém da medalha de ouro, que é um ápice em sua carreira, Amanda fará  parte da galeria de fotos dos vencedores do concurso, que está recheada com os maiores nomes mundiais da dança, como Ekaterina Maximova (1964), Mikhail Baryshnikov (1966), Eva Evdokimova (1970), Sylvie Guillem (1983), Manuel Legris (1984), Aurélie Dupont (1992) e Ivan Vasiliev (2006).

Para a família de Amanda, que está toda no Brasil, o significado de mais esse título é orgulho. "Estamos muito orgulhosos. Nessa hora, sentimos o conforto pela determinação dela, por todo esforço, pelo sacrifício da distância, e por todos os obstáculos que enfrentou para chegar até lá. Estivemos com ela em pensamento todo esse tempo, e a felicidade é indescritível", conta a mãe, Polyana Gomes.

O maior concurso de balé

Além do prêmio, ela fará parte de uma galeria de fotos com outras estrelas da dança (Victor Victorov/Divulgação)

O The Varna International Ballet Competition foi fundado em 1964 e é o mais antigo da história. Acontece a cada dois anos em Varna, Bulgária, e é considerado o maior concurso de balé do mundo. A competição gira em torno de três etapas: na primeira, os bailarinos apresentam uma variação de balé de repertório; e nas duas etapas finais, dançam uma variação de balé clássico e uma coreografia contemporânea.

Amanda Gomes competiu com seu partner e colega de trabalho, o bailarino Mikhail Timaev,  com os Pas de Deux dos Balés Don Quixote, Quebra-nozes e Laurência e duas variações contemporâneas, sendo uma delas a melhor coreografia contemporânea do concurso. 

Além da medalha de ouro, Amanda foi convidada a participar de uma Gala no "Sofia National Opera and Ballet", temporada 2016/2017, uma grande honra aos participantes, pois apenas duas bailarinas do concurso foram agraciadas com essa participação. 

Jornal Midiamax