Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Belchior: desaparecido por completo há sete anos, cantor faz 70 este ano

Retorno de cantor ainda gera esperança entre fãs

 

 

Se o que levou o cantor Belchior a sumir foram as dívidas que se acumulavam ou a pretensão de viver longe das obrigações de músico, ninguém sabe. A única certeza sobre o caso é que seu regresso é aguardado há mais de sete anos sem respostas.

Parentes e familiares, mesmo próximos, não tem informações sobre seu paradeiro atual. Desaparecido desde 2009, o cantor já tinha abandonado os palcos dois anos antes, e parado de comparecer ao escritório.

Segundo amigos e ex-empresários, o sumiço de Belchior tem como motivo, em parte, o relacionamento com a artista Edna Prometheu. “Depois dela, sua vida só andou para trás”, diz Tota, artista plástica cearense amigo do cantor.

Edna Prometheu, nome artístico de Edna Assunção de Araújo, conheceu Belchior em 2005, quando os dois se uniram para organizar uma exposição em Fortaleza de Aldemir Martins, artista plástico cearense já falecido.

Por Edna, o cantor largou seu casamento com a ex-esposa Ângela, com quem já convivia há 35 anos e com quem teve dois de seus quatro filhos. Foi a partir daí que começou a se afastar dos amigos e dos produtores, até o sumiço completo.

A fuga trouxe a Belchior a fama, e o tornou ícone de uma juventude que muitas vezes se sente igualmente  tentada a sumir. Porém, nem o sucesso, que fez saltar de 5 mil para 500 mil o número de visualizações de suas músicas no Youtube, foi capaz de pagar suas contas.

O cantor está foragido da polícia, e possui dois mandados de prisão em seu nome, pelo não pagamento de pensões alimentícias à sua ex-mulher Ângela e a uma mulher com quem teve uma filha fora do casamento.

Pouco depois de sumir definitivamente, em 2009, o cantor foi reencontrado pela repórter do Fantástico, Sônia Bridi. Na ocasião, Antônio Carlos Belchior estava no Uruguai, mas contou que estava vivendo em São Paulo. “É a segunda vez que venho de lá para cá, para o Uruguai. Estou fazendo um trabalho muito, muito especial aqui”, contou o cantor à repórter.

Em sua fuga do Brasil, entretanto, as dívidas não o abandonaram. No Uruguai, o autor de “Como Nossos Pais”, “Velha Roupa Colorida” e “À Palo Seco”, também passou a ser procurado pela polícia.

O motivo? O cantor devia mais de R$ 30 mil em diárias e serviços ao hotel onde ficou hospedado, na cidade de Artigas. No local, Edna e Belchior ficaram hospedados em julho de 2008, a novembro de 2009, deixando seis meses de pagamentos atrasados.

“É um patrimônio cultural brasileiro e é uma vergonha que tenha um comportamento assim”, disse a gerente do hotel na época. Ela foi deixando o casal ficar no prédio sem que pagasse pelos serviços por boa vontade, e conta que inicialmente, os dois pretendiam ficar ali só 15 dias.

Um amigo e antigo parceiro musical do cantor, Jorge Mello, é um dos poucos com quem ele fez contato depois do sumiço.

Mello nega que Belchior tenha se exilado devido a problemas financeiros e imagina a retomada de uma parceria se um dia voltar a encontrá-lo. Neste ano, o músico completa 70 anos, e tendo passado 10% de sua vida longe das câmeras, resta ao fãs esperá-lo e dar-lhe o tempo.

Você pode gostar também