Número de crianças infectadas com Covid-19 dispara no fim de julho, indica estudo

Somente na segunda quinzena de julho foram 97 mil crianças infectadas

Somente nas duas últimas semanas de julho, mais de 97 mil crianças testaram positivo para coronavírus () nos Estados Unidos, informou o Washington Post.

O relatório baseado da academia de pediatria e da associação de hospitais infantis citou dados de 49 estados, , Washington, Porto Rico e Guam.

O salto nos casos pediátricos ocorre quando as crianças estão entrando em ambientes fechados pela primeira vez em meses, quando algumas escolas abrem suas portas para os alunos novamente. O retorno às aulas presenciais no país está começando, gradativamente,  nesta semana.

Algumas instituições optaram por permanecer com ensino remoto até que o número de casos caia.  Porém, outras escolas que optaram por voltar, mesmo com regras em que a criança vai às aulas apenas alguns dias da semana.

Recentemente, Anthony Fauci, diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos , disse que alguns estados fizeram uma reabertura de forma equivocada, contribuindo para o aumento de casos.

Por exemplo, na North Paulding High School, perto de Atlanta, onde ao menos nove pessoas testaram positivo para a doença após uma foto circular nas redes sociais com alunos lotando os corredores.

De acordo com o relatório, sete em cada 10 novos casos pediátricos foram relatados nos estados do sul e oeste, que tiveram mais escolas abertas.

Número de crianças infectadas com Covid-19 dispara no fim de julho, indica estudo
Mais notícias