Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Delcídio do Amaral mantém vantagem na disputa pelo governo de MS, aponta DATAmax

Enquanto números ainda apontam para decisão no segundo turno, briga pelo segundo lugar continua ‘embolada’ com empate técnico entre Reinaldo Azambuja e Nelsinho Trad.

O candidato do PT ao governo de Mato Grosso do Sul, senador Delcídio do Amaral, mantém a liderança na corrida eleitoral e amplia a vantagem sobre os concorrentes, apontam os números da pesquisa DATAmax, realizada entre os dias 6 e 10 de setembro de 2014 e registrada no TRE-MS sob o número MS-00034/2014.


Delcídio tem 42,5% das intenções de voto, o que representa aumento de 3,7 pontos percentuais com relação à rodada anterior, divulgada no dia 29 de agosto. Na sequência, dividem o segundo lugar o deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB) e o ex-prefeito Nelson Trad Filho (PMDB). Reinaldo tem 19,9% e Nelson 19,1%.


Comparado com a pesquisa anterior (TRE-MS-00030/2014), o índice de Reinaldo baixou, dentro da margem de erro, 1,7 ponto percentual. Já Nelsinho Trad teve discreta recuperação com aumento de 2,4 pontos percentuais.


Além dos três primeiros colocados, pontuaram o candidato Evander Vendramini (PP), com 0,70%, Professor Monje (PSTU) e Sidney Melo (PSOL), ambos com 0,30% das intenções de voto.


A 24 dias da eleição, o número de eleitores indecisos diminuiu, mas ainda é expressivo. O índice, que era de 15,7% na pesquisa anterior, agora é de 11,30%. O percentual de votos brancos e nulos se manteve, passando de 5,6% para 5,70%.


Foram entrevistados 1.500 eleitores em 38 municípios do eleitorado sul-mato-grossense, entre os dias 6 e 10 de setembro. A pesquisa foi registrada no TRE-MS (00034/2014) e apresenta margem de erro de 2,5%, para mais ou para menos. O grau de confiança é de 95%.


Na pesquisa anterior (TRE-MS-00030/2014) também foram entrevistados 1.500 eleitores em 37 municípios do eleitorado sul-mato-grossense, entre os dias 25 e 28 de agosto. Margem de erro também era de 2,5% para mais ou menos, e grau de confiança também é de 95%.

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...