Esportes

Com jovens do sub-20, Inter vence o Juventude na estreia no Gaúcho

Menos de uma semana após deixar o Beira-Rio amargando o vice-campeonato brasileiro, o Internacional voltou ao seu estádio para a estreia na temporada 2021. E ela foi com vitória. Com um time formado praticamente só por garotos das divisões de base, derrotou o Juventude por 1 a 0, pela primeira rodada do Campeonato Gaúcho. O […]

Agência Estado Publicado em 01/03/2021, às 21h16

None

Menos de uma semana após deixar o Beira-Rio amargando o vice-campeonato brasileiro, o Internacional voltou ao seu estádio para a estreia na temporada 2021. E ela foi com vitória. Com um time formado praticamente só por garotos das divisões de base, derrotou o Juventude por 1 a 0, pela primeira rodada do Campeonato Gaúcho.

O triunfo do Inter foi assegurado graças ao forte início de primeiro tempo do time, que buscou sufocar o Juventude e abriu o placar logo aos 14 minutos, com Guilherme Pato. Depois, contou com as boas defesas de Daniel para manter a vantagem. Além disso, se aproveitou da fragilidade do Juventude, que teve atuação ruim no seu primeiro compromisso na temporada que voltará a jogar na Série A.

Na segunda rodada do Gaúcho, o Inter vai enfrentar o Pelotas, na Boca do Lobo. Já o próximo compromisso do Juventude será diante do São Luiz. As duas partidas foram agendadas para quinta-feira.

O JOGO – O Inter foi a campo nesta segunda com um time que tinha média de idade de 20 anos, sendo que o mais experiente era o goleiro Daniel, de 26 anos. E, entre os titulares, o jogo foi de estreia entre os profissionais para 5 dos 11 escalados por Fabio Matias, técnico do sub-20 do clube. Já o Juventude, agora dirigido por Marquinhos Santos, utilizou o que tinha a melhor à disposição, pois a Série B se encerrou no fim de janeiro.

E quem começou melhor foi o Inter, com os seus jovens. Mais presente no campo de ataque, abriu o placar aos 14 minutos. Johnny acionou Guilherme Pato na grande área, do lado direito. Ele ganhou dividida com Eltinho e finalizou cruzado, com a bola entrando por baixo das pernas de Marcelo Carné.

O gol foi sinal da superioridade inicial do Inter, que sufocava o Juventude, inclusive com a marcação adiantada. E poderia ter feito mais, tanto que logo depois, em uma cobrança de falta forte, Lucas Ramos deu trabalho ao goleiro do Juventude, que espalmou a bola para fora.

Mas aos poucos a equipe de Caxias do Sul conseguiu equilibrar o jogo e teve sua melhor chance de empatar o duelo, aos 26 minutos, em disparo da entrada da grande área de Eltinho. Foi o sinal de um fim de primeiro tempo mais aberto, ainda que sem muita qualidade técnica das equipes.

Na volta para a etapa final, os times retornaram com novidades, sendo a mais chamativa delas a do Inter, o meia Amaya, que costuma ser o capitão da seleção sub-20 da Colômbia e está emprestado até o fim de junho pelo Atlético Hulia.

Porém, a superioridade foi do Juventude. Cleberson perdeu chance clara aos 6 minutos, ao pegar mal na bola em finalização da pequena área. Já aos 15, Daniel salvou o Inter duas vezes, em finalizações de Matheuzinho, sendo a primeira de cabeça.

E essa acabou sendo a tônica do segundo tempo: maior presença ofensiva do Juventude, com o Inter se livrando de sofrer o empate. Foi assim, também, aos 30 minutos, quando Cleberson cabeceou com perigo, após cobrança de falta de Renan Bressan. No último lance do jogo, Matheuzinho acertou a trave, em lance muito comemorado ao apito final pelos jovens da equipe colorada.

O Inter enfrentou o Juventude nesta segunda com a seguinte formação: Daniel; Lucas Mazzetti (Igor), Pedro Henrique, João Feliz e Léo Borges; Johnny, Lucas Vital, Lucas Ramos e Nicolas (Amaya); Guilherme Pato e Vinicius Mello (Matheus Cardoni).

Jornal Midiamax