Viña testa positivo para coronavírus e desfalca o Uruguai contra o Brasil

Jogo acontece na próxima terça-feira (17) em Montevidéu

A Associação Uruguaia de (AUF) informou neste domingo (15) que o lateral-esquerdo Matías Viña testou positivo para o coronavírus e vai desfalcar o Uruguai no duelo contra a seleção brasileira, na próxima terça-feira (17), às 19 horas, em Montevidéu, pela quarta rodada das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa.

Em comunicado, a entidade afirmou que Viña foi o único jogador da seleção uruguaia a testar positivo na última bateria de exames. Também ressaltou que o jogador está bem e cumpre isolamento desde o momento em que se soube do resultado, no fim da noite de sábado (14).

Com Viña, o chega a seis casos de atletas do elenco diagnosticados com a doença nos últimos dias. Além do uruguaio, a lista tem o zagueiro Luan, o volante Danilo, os atacantes Rony e Gabriel Silva e o lateral-direito Gabriel Menino, que estava com a seleção brasileira e foi desconvocado.

O não pode contar com outros jogadores também por lesões e convocações. Contra o , o técnico Abel Ferreira escalou a equipe sem 13 atletas à disposição. Mesmo assim, o time alviverde por 2 a 0 e chegou à oitava vitória seguida na temporada. O número de baixas deve ser semelhante no próximo duelo contra o Ceará, quarta-feira, no jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil, na Arena Castelão.

Desfalques da

O Brasil também foi prejudicado por desfalques em razão da covid-19. Além de Gabriel Menino, Alex Telles também testou positivo. Segundo a , o jogador não está em fase de contágio, já que o diagnóstico inicial foi há mais de 15 dias, quando o lateral estava em treino no Manchester United.

Ele passará por um novo exame neste domingo e, caso o resultado seja positivo, será cortado. Guilherme Arana, do Atlético-MG, foi convocado e já está com a delegação em São Paulo, assim como Thiago Galhardo, chamado para substituir Pedro, com lesão muscular na coxa.

Viña testa positivo para coronavírus e desfalca o Uruguai contra o Brasil
Mais notícias