Conmebol permite a inscrição de 40 jogadores na Libertadores e na Sul-Americana

A decisão foi tomada em reunião do Conselho da Conmebol

A Conmebol anunciou nesta quinta-feira (12) uma ampliação do número de jogadores inscritos para a disputa da e da Sul-Americana. Ao invés de 30 nomes, os clubes participantes poderão incluir 40 nomes na relação de atletas para a competição.

A decisão da Conmebol foi tomada em reunião do Conselho da Conmebol. E tem o intuito de permitir maior aproveitamento dos elencos, em função da maratona de jogos a que os times estão se submetendo. Além disso, tenta minimizar o afastamento de algum atleta por estar com coronavírus. A entidade também definiu que será aplicado W.O. caso algum clube não tenha mais do que sete jogadores à disposição.

“O Conselho da Conmebol, reunido através de videoconferência, determinou aumentar para 10 vagas as listas de boa-fé apresentadas pelos clubes que participam da Libertadores e da Sul-Americana, passando de 30 a 40 jogadores. Considerando que os regulamentos dispõem que uma equipe pode apresentar para jogar com um mínimo de sete jogadores, o Conselho resolveu esta ampliação da nômina de atletas para que as equipes mantenham seus níveis de competitividade, ante imprevistos derivados da pandemia Covid 19. Caso um clube não possa apresentar-se para disputar o encontro por não contar com a quantidade suficiente de atletas em condições, perderá os pontos por walkover”, anunciou.

A Libertadores foi paralisada após a disputa da segunda rodada da fase de grupos. O torneio será retomado em 15 de setembro, tendo a participação dos brasileiros Athletico-PR, Flamengo, Grêmio, Inter, Palmeiras, Santos e São Paulo – o Corinthians caiu na fase preliminar.

Na Copa Sul-Americana, só foi disputada a primeira fase, com Bahia e Vasco avançando e Atlético-MG, Fluminense, Fortaleza e Goiás sendo eliminados. A volta do torneio se dará em 27 de outubro.

Conmebol permite a inscrição de 40 jogadores na Libertadores e na Sul-Americana
Mais notícias