Botafogo joga mal e perde do Cuiabá no Engenhão pela Copa do Brasil

Mesmo contando com nada menos que 11 desfalques, o Cuiabá não se intimidou no Engenhão e derrotou o , por 1 a 0, nesta terça-feira, em jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Matheus Barbosa marcou o único gol da partida, aos 9 minutos do segundo tempo.

O triunfo deixou a equipe da Série B do com a vantagem de jogar por um empate na partida da volta para avançar às quartas de final. O confronto está marcado para 3 de novembro, na Arena .

Uma das sensações da segunda divisão, o Cuiabá soube aproveitar as brechas do e pouco foi ameaçado no ataque, apesar de entrar em campo com 11 desfalques, entre jogadores contratados pelo clube que já atuaram na Copa do Brasil (sete) e outros por problemas físicos.

O time carioca, por sua vez, mostrou a mesma dificuldade de engrenar que exibe no Brasileirão. O sofreu com a falta de criatividade do seu meio-campo e da pouca agressividade do seu ataque. Agora terá que devolver a vitória, fora de casa, para seguir com chances de classificação.

O JOGO – e Cuiabá fizeram um primeiro tempo de baixo nível técnico e poucas emoções no Engenhão. O time carioca até começou melhor, tentando se impor em campo nos primeiros 20 minutos. Trocava passes com facilidade e buscava espaço no ataque sem pressa, à espera de uma brecha.

O Cuiabá, contudo, não cedeu este espaço. E logo equilibrou as ações ainda na etapa inicial, marcada pela fraca atuação ofensiva. Nenhum dos dois times conseguiu emplacar uma boa chance de gol. No caso do , Honda até teve boa chance, em cobrança de falta, aos 16 minutos. Mas exigiu pouco trabalho do goleiro João Carlos.

O segundo tempo foi melhor. Mais confiante após conter os anfitriões no primeiro tempo, o Cuiabá passou a se soltar mais no ataque. E, aos 9 minutos, abriu o placar. Após erro na saída de bola, Honda praticamente entregou a bola ao ataque. E Matheus Barbosa não desperdiçou. Bateu de fora da área e acertou o canto direito de Diego Cavalieri.

Do outro lado, o sofria para articular uma simples jogada ofensiva. Honda estava em noite pouco inspirada, Caio Alexandre teve desempenho discreto e Cícero não conseguia acertar a saída de bola. Assim, Rhuan e Pedro Raul atuavam mais isolados, no ataque.

O técnico Bruno Lazaroni tentou ajustar o meio-campo botafoguense ao colocar Lecaros no lugar de Cícero. E, depois, Matheus Babi na vaga de Rhuan. Babi se tornou a referência da equipe para os levantamentos na área. Lecaros foi mais incisivo. Quase empatou aos 36, em chute de longe, rente ao travessão. Mas não foi o suficiente para evitar a derrota do .

 

FICHA TÉCNICA:

 

BOTAFOGO 0 x 1 CUIABÁ

 

BOTAFOGO – Diego Cavalieri; Kevin, Marcelo Benevenuto, Kanu e Victor Luis; Cícero (Lecaros), Caio Alexandre, Honda e Bruno Nazário (Kelvin); Rhuan (Matheus Babi) e Pedro Raul. Técnico: Bruno Lazaroni.

CUIABÁ – João Carlos; Lucas Ramon, Ednei, Anderson Conceição e Lucas Hernández; Nenê Bonilha (Pierini), Matheus Barbosa, Hayner (Jean Patrick) e Elvis (Diego Jardel); Maxwell (Ferrugem) e William Santana (Yago). Técnico: Marcelo Chamusca.

 

GOL – Matheus Barbosa, aos 9 minutos do segundo tempo.

 

CARTÕES AMARELOS – Marcelo Benevenuto, Lucas Ramon, Maxwell, Ferrugem.

 

ÁRBITRO – Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE).

 

RENDA E PÚBLICO – Jogo sem torcida.

 

LOCAL – Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ).

Botafogo joga mal e perde do Cuiabá no Engenhão pela Copa do Brasil
Mais notícias