Sony deixa de fabricar PS4 no Brasil após redução de impostos

Decisão surgiu após o decreto do presidente Jair Bolsonaro que diminui o IPI

O PlayStation 4 não será mais fabricado no Brasil, conforme confirmado pela empresa Sony ao Estadão, e todos os seus consoles vendidos no país serão importados. A empresa diminuiu os preços sugeridos do PS4, PS4 Pro e PlayStation VR na última segunda-feira (26), após o decreto do presidente Jair Bolsonaro que diminui o IPI (Imposto Sobre Produtos Industrializados) sobre videogames e acessórios.

O PS4 foi lançado no Brasil em 2013 e assustou pelo preço sugerido de R$ 3.999. A Sony explicou na época que, por ser importado, o console tinha que pagar cerca de R$ 2.500 em impostos: além da taxa de importação, havia o ICMS, PIS, Cofins e o IPI.

A Sony diz que a fabricação nacional do PlayStation 4 foi encerrada em 2017. Ela também explica que os novos preços só valem para os pedidos faturados a partir de 26 de agosto, então podem demorar um pouco até serem refletidos no varejo.

A empresa reajustou seus preços no Brasil “como resultado da redução do IPI para videogames”. A alíquota para consoles sem tela integrada foi de 50% para 40%. No caso de partes e acessórios, a taxa caiu de 40% para 32%. O decreto não reduz impostos sobre os jogos.

Ela só conseguiu chegar a valores menores quando iniciou a fabricação no Brasil em 2015, na Zona Franca de Manaus. Agora, somente China e Japão produzem o PS4 localmente.

Confira os novos preços oficiais da Sony:

  • PlayStation 4: R$ 2.399 (antes R$ 2.599)
  • PlayStation 4 Pro: R$ 2.799 (antes R$ 2.999)
  • PlayStation VR: R$ 2.599 (antes R$ 2.799)
  • controle sem fio Dualshock 4: R$ 249 (antes R$ 259)

A Sony Interactive Entertainment é uma empresa norte-americana fabricante de consoles e jogos eletrônicos. É uma companhia subsidiária da Sony, criada em 16 de Novembro de 1993 durante o projeto PlayStation, e já depois da dissolução do projeto de add-on da Sony para o Super Nintendo Entertainment System.

Mais notícias