Seleção feminina de basquete bate a Argentina e avança ao Pré-Olímpico Mundial

A seleção brasileira feminina de basquete está classificada para o Pré-Olímpico Mundial. Em um jogo movimentado e nervoso em Bahía Blanca, o Brasil venceu a anfitriã Argentina por 77 a 55 (46 a 37 no primeiro tempo), em grande noite da aniversariante Damiris, e fechou o Pré-Olímpico das Américas com seu objetivo cumprido.

Após um primeiro quarto equilibrado, o Brasil conseguiu a dianteira nos 10 minutos seguintes e depois manteve-se à frente do marcador para carimbar o seu lugar entre as 16 melhores seleções femininas do mundo. Damiris terminou o duelo com 26 pontos e 13 rebotes. Tainá Paixão fez 16 pontos, com três rebotes e quatro assistências. Clarissa fez seis pontos, com sete rebotes.

Agora, em 2020, o Brasil vai em busca da vaga nos Jogos de Tóquio-2020. O sorteio das chaves acontece no próximo dia 27, na Suíça, na sede da Fiba. Serão 16 seleções em quatro grupos com quatro países em cada um. Como Estados Unidos e Japão já estão classificados, efetivamente serão 14 países em busca de 10 vagas A chave brasileira pode ser na França, Sérvia, Bélgica ou China

Em quadra, o Brasil começou o duelo abrindo 7 a 0, com boa presença de Damiris e Tainá, mas a Argentina, empurrada pela torcida, equilibrou o jogo, virando para 17 a 14 no último minuto do período. Damiris, mais uma vez, apareceu bem, com bola de três, chegando aos 10 pontos e igualando o período em 17 a 17

O segundo quarto também foi de pressão das donas da casa. A Argentina conseguia equilibrar o jogo na base da vontade. Pelo Brasil, Clarissa era fulminante, chegando a quatro bolas de três em quatro tentadas, com 100% de aproveitamento e 20 pontos. Faltando dois minutos, as brasileiras venciam por 39 a 32. Ramona ainda conseguiu uma cesta de três e o time comandado pelo técnico José Neto foi para o intervalo ganhando por 46 a 37.

A defesa do Brasil voltou incomodando mais a Argentina no terceiro período. Em quatro minutos, as anfitriãs estavam zeradas. Em cesta de Tainá, o time brasileiro colocou a sua maior vantagem até então: 50 a 37. As argentinas chegaram a ensaiar uma reação com Llorente, mas Patty meteu bola para três pontos e logo esfriou as rivais. Mantendo a solidez defensiva, as brasileiras fecharamu a parcial em 14 a 4 e abriram 60 a 41.

No último período, a seleção manteve a boa defesa e também aproveitou os 10 minutos finais para dar tempo de quadra para jovens como Lays, Mari Dias e Stephanie Soares. Com a boa margem de vantagem, o time administrou o marcador e faltando cinco minutos vencia por 63 a 45. De volta à quadra, Damiris chegou aos 26 pontos e o Brasil colocou 69 a 47 a três minutos para o fim. Com tudo decidido, bastou contar os segundos para a vitória por 77 a 55.

Mais notícias