Pugilista de MS vence em Campo Grande e mantém título de campeão brasileiro

O coxinense Luís Cláudio “Punhos de Aço” manteve o título de campeão brasileiro em luta contra o baiano Genivaldo Santos na noite deste sábado (09) no ginásio do Rádio Clube Campo em Campo Grande. O evento contou com um Card de 10 combates.

Na luta principal, “Punhos de Aço” bateu o baiano Genivaldo Santos, ao nocauteá-lo no terceiro round. Com isso ele manteve o título da categoria pena (até 57,540 kg), pelo CNB (Conselho Nacional de Boxe).

Desde o início “Punhos de Aço” tomou iniciativa do combate, buscando encontrar distância certa. Em alguns momentos o adversário teve que se defender fazendo uso do clinch. No terceiro round, um golpe no fígado fez o baiano ajoelhar e não conseguir voltar ao confronto.

Esta foi a segunda defesa de cinturão vencida pelo sul-mato-grossense, que é campeão desde 2017, quando derrotou o cearense Lazaro Bomfim. Agora em seu cartel, Luizinho soma 8 vitórias (3 nocautes) em 10 combates de boxe profissional.

Ao final do combate, o campeão disse que a manutenção do título é resultado de trabalho muito duro, e elogiou o adversário. “Ele (Genilvado) é bom atleta, por isso procurei pressioná-lo desde início”. Luizinho agora já pensa na disputa de título internacional: “Nosso planejamento é disputar o título latino, ou até mesmo o sul-americano”.

O Noite das Estrelas também teve o brilho de Paulo Martins, 23 anos. O campo-grandense venceu o paulista Uelson Campos, na categoria meio-médio-ligeiro (66,700kg), ainda no primeiro round. Impondo velocidade e variação de golpes, Paulinho nocauteou o adversário com forte golpe na linha de cintura. Treinado pelo seu pai, Paulo Brito, Paulinho teve histórico de muitas conquistas no boxe olímpico. No profissionalismo foi sua segunda vitória, em três lutas.

O boxe profissional ainda contou com a vitória, por pontos, do cuiabano Nathann Ramatif sobre e o coxinense Cícero Miagui. Este último fez 40 lutas de MMA, e fez seu primeiro combate de boxe profissional. Já Natan obteve sua segunda vitória.

BOXE OLÍMPICO

Antes dos confrontos entre profissionais, o boxe olímpico também arrancou aplauso dos mais de 500 torcedores presentes no ginásio. A competição foi organizada pela Associação Sul-mato-grossense de Luta e Artes Marciais. VEJA RELAÇÃO DAS LUTAS ABAIXO.

Lucas Ramires 2 x 1 Wender Bispo

Roberson Costa x Gustavo Henrique

Stefhani Centurion 0  x 3 Rosângela Neymer

Arthur Botelho 2 x 1 Luís Carlos Fliper

João Nantes  3 x 0 Ielton Soares

Carlos Correia 0  x 3 Murilo Alves

Lucas Silva 0 x 3 Roberto H Queiroz

Mais notícias