Publicidade

PSG é arrasado pelo Lille e volta a ter adiada conquista do título do Francês

Hegemônico em seu país, o Paris Saint-Germain teve um apagão neste domingo. O time parisiense foi goleado por 5 a 1 pelo vice-líder Lille fora de casa e desperdiçou pela segunda vez a chance de confirmar o título do Campeonato Francês com antecedência.

A disputa está ainda em aberta, mas é muito improvável que o PSG perca o título, já que, a seis rodadas do fim, lidera a competição com 81 pontos, 17 a mais do que o adversário que o atropelou neste domingo e ainda com um jogo a mais para realizar Portanto, somente uma tragédia tira a taça do time de Paris, que terá no clássico contra o Monaco, no próximo domingo, em casa, no Parque dos Príncipes, a terceira chance de confirmar a conquista. Existe uma chance pequena de Neymar, em final de recuperação de lesão, estar em campo.

A última vez que o PSG sofreu uma derrota tão implacável no torneio nacional havia sido no começo do século, período em que a equipe de Paris ainda não gozava da abundância financeira dos dias atuais e tinha apenas dois títulos em sua galeria de troféus. No final de 2000, foi goleado por 5 a 1 pelo Sedan.

O mau desempenho, a falta de sorte e também de equilíbrio e as lesões do PSG foram fatores determinantes para a derrota acachapante para o Lille. Primeiro, Meunier marcou contra e deixou o Lille em vantagem. Bernat empatou pouco tempo depois e Mbappé balançou as redes duas vezes, mas estava em posição de impedimento nas duas ocasiões e os gols não valeram.

O técnico Thomas Tuchel teve de queimar as três substituições por lesão – Thiago Silva e Meunier deixaram o campo ainda no primeiro tempo e Draxler saiu na etapa final – e ainda viu Bernat ser expulso aos 36 minutos de jogo, depois de matar contra-ataque.

Na etapa complementar, com um a mais, o Lille se impôs, passou na frente do placar com um gol de Pépé e, em um período de 15 minutos, atropelou o poderoso PSG com mais três gols. Bamba fez o terceiro, o zagueiro brasileiro Gabriel anotou o quarto e o português Rui Fonte fechou a conta.

Nos outros três jogos deste domingo, o Montpellier (sexto) venceu o Toulouse (14º) por 2 a 1, Rennes (11º) e Nice (oitavo) empataram sem gols e o Saint-Étienne (quarto) superou o Bordeaux (13º) por 3 a 0.

Mais notícias