Presidente do Flamengo diz que maior preocupação era manter data da final

O presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, deixou bem claro nesta terça-feira, após o anúncio de que a final da Copa Libertadores saiu de Santiago e foi para Lima, que a maior preocupação do clube era manter a data do jogo contra o River Plate. E foi o que ocorreu, já que a decisão do torneio continental foi mantida para o dia 23 deste mês.

Em entrevista exclusiva ao Fox Sports, Landim disse que a escolha da capital do Peru para receber a partida foi uma maneira de não mexer na data. “A solução possível que surgiu para manter a data da final, que é outra preocupação que tínhamos, foi a cidade de Lima, na qual a gente tem todas as garantias, inclusive do próprio governo, de que o jogo e a festa toda vão transcorrer normalmente”, disse Landim. “Quando se faz final em jogo único, o que se busca não é só o jogo, mas uma grande festa. É o que se está buscando para a final da Conmebol e o local possível foi Lima.”

Próximo de conquistar o título do Campeonato Brasileiro, o Flamengo já teve um jogo remanejado por causa da final da Libertadores, o clássico contra o Vasco, que seria disputado no fim de semana da partida contra o River Plate e foi antecipado para o dia 11. Para a diretoria, uma mudança de data da decisão do torneio continental poderia atrapalhar o time no Brasileirão

O presidente afirmou também que a segurança dos torcedores e das delegações foi uma grande preocupação dos dirigentes, uma vez que Santiago vive um momento conturbado, com seguidas manifestações contra o governo chileno.

“O recado é o seguinte: é claro que a gente sabe dos problemas que isso (a mudança de local) eventualmente vai trazer para uma série de pessoas que tiveram acesso aos ingressos e tinham feito seus planos de viagem, reserva de hotéis e tudo isso, mas era algo necessário.”

O presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, informou que quem comprou ingresso para o jogo em Santiago será ressarcido e que a entidade vai tentar negociar com as companhias aéreas uma solução para diminuir o prejuízo de quem já havia adquirido passagens para a capital do Chile.

Mais notícias