Organizada do Flamengo espera reunir 3 mil pessoas na sede em Campo Grande

Com rua fechada e telão, Raça mobiliza torcedores para acompanhar final da Libertadores

A torcida organizada do Flamengo em Campo Grande, a Raça Rubro-Negra, espera dobrar ou até triplicar o número de pessoas que cabem em sua sede – a expectativa é receber de 2,5 mil a 3 mil pessoas para acompanhar a final da Taça Libertadores entre o clube carioca e os argentinos do River Plate, que será disputado neste sábado (23) em Lima, no Peru, às 16h.

A mobilização está a todo vapor e para montar uma estrutura que acolha os flamenguistas da cidade, a organizada vai fechar a rua que fica a sua sede a partir das 11h e a partir das 13h começará a movimentação maior dos torcedores. Uma festa para comemorar o possível bi da competição sul-americana está sendo preparada.

“Tudo depende do momento, mas contratamos DJ, talvez um grupo de samba. A ideia é ficar por aqui, porque vamos fechar o local mesmo. Vai ter banheiro químico, tenda, telão do lado de fora, bateria da nossa torcida vai estar tocando, três bares e com a sede climatizada, a intenção é comemorar lá”, disse o presidente da torcida, Jean Bomba.

Dependendo do resultado do confronto entre Palmeiras e Grêmio no domingo (24), o Flamengo poderá conquistar o Campeonato Brasileiro. Mas por enquanto, segundo Jean, uma possível festa está sendo considerada, porque a intenção é comemorar na próxima quarta-feira (27), quando o time rubro-negro deverá receber a faixa e taça de campeão.

“A comemoração mesmo em si, que faremos por conta do título, deverá ser na quarta no jogo entre Flamengo e Ceará. Tanto que lá no Rio de Janeiro, está sendo programado isso aí”, afirmou o presidente.

Mais notícias