No Rio, Fluminense deixa a degola após vencer reservas do Internacional por 2 a 1

Com gols de Yony González e Natanael (contra), o Fluminense venceu o Internacional, que jogou mais uma vez com seu time cheio de reservas, por 2 a 1, neste sábado, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, em jogo válido pela 13.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Após sair do banco, Edenílson fez o gol de honra dos visitantes no final da partida.

O resultado tira o time da casa da zona de rebaixamento. Com o triunfo, o clube tricolor carioca sobe para a 16.ª posição, uma acima da degola, com 12 pontos, dois a mais que o Cruzeiro. O clube celeste, porém, ainda joga nesta rodada contra o Atlético-MG neste domingo. Já o Internacional estaciona nos 20 pontos e fica na sexta posição.

Os visitantes tiveram os seus titulares poupados tendo em vista o confronto diante do Cruzeiro, na próxima quarta-feira, em Belo Horizonte, pelo jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil. O Internacional também está na Copa Libertadores, mas só enfrenta o Flamengo pelas quartas de final no final deste mês, mesma época em que o Fluminense pega o Corinthians nas quartas da Copa Sul-Americana.

O primeiro tempo da partida deste sábado foi morno. Foram raros os lances com emoção. Um deles veio aos 12 minutos com Pedro, do Fluminense. Igor Julião roubou a bola e encontrou o camisa 9, que chutou rasteiro na base da trave direita do goleiro Marcelo Lomba. Três minutos depois, nova chance do time da casa. Caio Henrique fez boa jogada e tocou para Pedro, que fez o corta-luz para o chute de Paulo Henrique Ganso, defendido por Lomba.

Aos 21 minutos, os mandantes voltaram a assustar com boa cobrança de falta de Allan, por cima da meta colorada. No minuto seguinte, o Internacional apareceu bem pela primeira vez: Bruno Fuchs dominou no meio da rua e buscou o ângulo, mas o goleiro Muriel fez grande defesa.

Depois de uma boa tentativa de Yony González pelo Fluminense, os gaúchos tiveram outra chance aos 36 minutos com Wellington Silva Ex-jogador do time da casa, o ponta recebeu na esquerda, limpou a marcação e chutou. Muriel voou para desviar a bola, mas a arbitragem entendeu que o goleiro não bateu nela.

Antes do intervalo, mais uma oportunidade para cada lado. Aos 42 minutos, Rafael Sóbis cobrou escanteio na cabeça de Tréllez, que testou para mais um milagre de Muriel. Três minutos depois, Paulo Henrique Ganso tocou para Pedro, que bateu para defesa de Marcelo Lomba na ponta dos dedos. De todo modo, placar zerado na etapa inicial.

A metade complementar também não foi das mais emocionantes. Entretanto, a primeira chance de gol já resultou na alteração do placar. Aos 12 minutos, Yony González aproveitou cruzamento, superou a marcação e mandou para o fundo da rede de Marcelo Lomba.

O Fluminense quase ampliaria dois minutos depois, quando Marcos Paulo mandou por cima da meta colorada. Aos 16, Yony tentou o segundo, mas Marcelo Lomba salvou o Internacional. Aos 22, porém, o arqueiro nada pôde fazer. Pedro tocou para Paulo Henrique Ganso dentro da área e Bruno Fuchs cortou, mas a bola acertou Natanael com força e entrou. Gol contra: 2 a 0.

Atrás no placar, o Internacional foi para cima e até conseguiu descontar, mas não o suficiente para marcar pontos no Rio de Janeiro. Aos 46 minutos, Rafael Sóbis cruzou, Muriel espalmou para frente e Edenílson deu os números finais do confronto. O Fluminense não vencia pelo Brasileirão desde 18 de maio, quando atropelou o Cruzeiro por 4 a 1 na quinta rodada.

Mais notícias