Morre Gordon Banks, ex-goleiro campeão mundial e dono da “defesa do século”

O ex-goleiro da Inglaterra faleceu na última terça-feira (12) aos 81 anos, depois de batalhar contra um câncer nos rins.

O ex-goleiro da Inglaterra, Gordon Banks, faleceu na última terça-feira (12) aos 81 anos, depois de batalhar contra um câncer nos rins. O atleta ficou marcado na história do futebol após uma defesa impressionante em 7 de Junho de 1970, quando evitou um gol certo de Pelé com uma defesa considerada praticamente impossível.

Em partida válida pela fase de grupos da Copa do Mundo de 1970, no México, a então campeã mundial Inglaterra enfrentava a seleção brasileira em Guadalajara. A partida foi vencida pelo Brasil por 1 a 0, mas, quando o placar no estádio Jalisco ainda estava zerado, Banks protagonizou um dos momentos mais famosos da história das Copas, a chamada “defesa do século”.

Ainda no primeiro tempo, Jairzinho recebeu um lançamento de Carlos Alberto Torres, driblou o defensor inglês Terry Cooper e cruzou na medida para Pelé. O cabeceio perfeito do Rei do Futebol não balançou as redes inglesas graças à intervenção intuitiva de Banks.

“Aquela defesa à cabeçada de Pelé foi a melhor que já fiz. Não tinha ideia de como ela ficaria famosa. Para começar, nem mesmo achava que iria fazê-la”, recordou Banks numa entrevista em 2003. “O gramado no México era extremamente duro. Então, a bola quicar na sua frente era desagradável. Eu tive que antecipar o quanto a bola ia quicar. Não me joguei para baixo, mas para trás, para dar conta do salto. Consegui colocar as pontas dos dedos na bola.” No lance, nota-se que Pelé ergue os braços para comemorar.

“Eu ouvi Pelé gritar ‘gol’ quando cabeceou, seguido de um grande furor, quase ensurdecedor. Achei que ele tinha marcado. Quando me dei conta, a multidão estava me aplaudindo. Bobby Moore veio e acariciou meu cabelo. Quando me levantei, tentei parecer o mais indiferente possível, como que dizendo que faço aquele tipo de defesa o tempo todo”, descreveu Banks ao Observatório Mensal do Esporte, em 2003.

O Rei do Futebol homenageou Gordon nas redes sociais com uma mensagem: “Defender um gol mudou muto desde que Gordom e eu jogamos no passado. Mas se ele estivesse jogando nos dias de hoje, ele ainda seria um dos melhores. Descanse em paz, meu amigo”, escreveu Pelé.

Mais notícias