Publicidade

Medalhista olímpica Fofão inaugura Projeto “Viva Vôlei” em Campo Grande

A levantadora multicampeã participou da cerimônia de abertura no Parque Jacques da Luz, nas Moreninhas

A levantadora da seleção brasileira e medalhista olímpica Helia de Souza, popularmente conhecida como “Fofão”, esteve em Campo Grande para cerimônia de abertura do Projeto “Viva Vôlei” na manhã desta quinta-feira (21). O Projeto da Prefeitura Municipal é resultado de uma parceria entre a Fundesporte e a Confederação Brasileira de Voleibol com apoio do Banco do Brasil.

O Projeto Viva Vôlei é voltado para crianças, jovens e adolescentes com idade entre 7 e 14 anos e em Campo Grande acontecem no Parque Jacques da Luz, às terças e quintas-feiras, das 14h às 17h. Pela parceria, a Funesp fica responsável pelos professores, estrutura do local, captação de alunos e execução das atividades e a CBV fornecerá coletes específicos e todo o material esportivo, além da capacitação pedagógica.

(Foto: Marcos Ermínio)

Segundo a atleta, embaixadora do projeto e campeã olímpica com a Seleção Brasileira em Pequim em 2008, a iniciativa é importante para a criação de sonhos em novos atletas. “Fico muito feliz com o projeto. A vida toda passei no esporte e sei os benefícios que a prática e a convivência trazem. As crianças e jovens passam a não pensar em coisas ruins. Fico feliz pela proximidade e de poder dar a oportunidade para que eles sonhem em chegar onde cheguei”, ressaltou Fofão.

O presidente da Federação de Voleibol de Mato Grosso do Sul, Madrugada, reiterou os propósitos do projeto e a importância da crianção do núcleo. “O objetivo é promover a reintegração do cidadão na sociedade. O projeto é gratuito e deve atender de 80 a 100 crianças. Não é fundamentalmente para formar atletas, mas sim para estimular atividades culturais e criativas. Estamos estudando a possibilidade de implantar também no bairro Aero Rancho”, concluiu.

Medalhista olímpica autografa bola para o prefeito de Campo Grande Marquinhos Trad. (Foto: Marcos Ermínio)

“Devemos tirar o objetivo central de ‘apenas futebol’. Todos antecessores focavam na prática futebol. Decidimos também dar oportunidade ao balé, à capoeira, ao basquete, ao handebol e agora ao voleibol. Todos os esportes estão sendo contemplados na nossa administração”, ressaltou o prefeito Marquinhos Trad (PSD).

A atleta convidada, Hélia de Souza “Fofão”, também participou de recreações com as crianças do projeto ali presentes com direito a uma pequena partida de vôlei, além de distribuir autógrafos aos fãs ali presentes.

Do banco ao pódio

(Foto: Marcos Ermínio)

Hélia de Souza, conhecida apenas como “Fofão”, serviu a Seleção Brasileira Feminina de Voleibol desde 1992, participando de 5 Jogos Olímpicos consecutivos, chegando ao pódio em três delas com medalhas de bronze nos Jogos Olímpicos de Atlanta em 1996 e nos Jogos Olímpicos de Sydney, nos anos 2000. Fofão foi a reserva da também levantadora Fernanda Venturini, considerada por muito como a maior levantadora do Brasil até então.

A medalha de ouro inédita só veio Pequim em 2008, com a espetacular geração de ouro do vôlei feminino formada por Fofão com levantadora, Sheilla Castro na saída de rede, as ponteiras Mari Steinbrecher e Paula Pequeno (MPV da competição), as meios de rede Walewska Oliveira e Fabiana Claudino e a líbero Fabi Alvim, além do banco de luxo formado por Thaísa Menezes, Valeskinha, Jaqueline Carvalho, Sassá e Carol Albuquerque.

O time deixou o mundo boquiaberto ao perder apenas 1 set na final contra a equipe dos Estados Unidos durante toda a competição, tornando a atuação impecável e consagrando a atleta. Hélia de souza também é Hexacampeã do Grandprix, campeã dos Jogos Pan-Americanos de Winnipeg em 1999, campeã do Mundial de Clubes atuando pelo Fenerbahçe da Turquia, além de outras conquistas em competições nacionais e internacionais, se aposentando em 2015 como campeã da Superliga Feminina pelo Rexona-Ades e sagrando-se MVP da competição.

Mais notícias