Luxemburgo diz ser o momento de o Vasco ‘começar a incomodar’ os adversários

Além de fugir das últimas colocações e buscar “coisas boas” no Campeonato Brasileiro, o técnico Vanderlei Luxemburgo quer que o Vasco incomode os adversários nas 11 rodadas que restam até o fim da competição nacional.

Em entrevista para a Vasco TV, nesta sexta-feira, direto de Fortaleza, onde o time cruzmaltino está concentrado para o jogo deste sábado, na Arena Castelão, às 17 horas, contra o Ceará, pela 28.ª rodada, o treinador voltou a enaltecer a força da equipe de São Januário.

“O Vasco não pode ser fraco. Esta camisa pesa muito. O Vasco precisa começar a incomodar os adversários. Eles precisam pensar que vai ser complicado enfrentar o Vasco”, afirmou Luxemburgo, que deseja obter a quarta vitória consecutiva, mas sabe da dificuldade a ser encontrar na capital cearense.

“Eles (o Ceará) também está atrás de pontos para fugir das últimas colocações. O estádio vai receber 50 mil pessoas e a pressão vai ser grande. Vai ser mais um jogo difícil”, disse o comandante do time vascaíno, que não vence quatro jogos consecutivos no Brasileiro desde a temporada 2012.

O zagueiro Leandro Castán, um dos líderes do elenco, fez questão de elogiar o trabalho de Luxemburgo nesta sexta-feira. “Nossa equipe resgatou o espírito de pensar grande após a chegada do Vanderlei. Somos um time de camisa pesada. Sempre soubemos disso, mas agora estamos mais confiantes, acreditando bastante em nosso potencial. Conseguimos vencer o Inter, que ainda não havia perdido em casa no Brasileiro. Respeitamos bastante o Ceará, um time muito forte atuando em casa, mas iremos jogar com bastante vontade, como temos feito, para buscar os três pontos”, disse o defensor, que não terá a companhia na zaga do colombiano Oswaldo Henríquez, por causa de uma lesão no tornozelo.

“Eu e o Henríquez estamos nos tornando mais entrosados a cada partida. Ele teve um problema e não poderá jogar, mas não podemos lamentar. Temos um grupo forte, e o Ricardo e o Miranda possuem qualidade. Quando se tem potencial, fica fácil de jogar junto”, disse Castán.

Luxemburgo diz ser o momento de o Vasco 'começar a incomodar' os adversários
Mais notícias