Inter derrota Botafogo no Rio e fica mais perto da vaga na Libertadores

O Internacional deu neste sábado um passo muito importante para se classificar para a próxima edição da Copa Libertadores. No Engenhão, a equipe gaúcha venceu o Botafogo por 1 a 0 com uma grande colaboração do goleiro Gatito Fernández, que no segundo tempo engoliu um frango em um chute do atacante peruano Paolo Guerrero.

Com a vitória, os gaúchos chegaram a 54 pontos, na sétima colocação do Campeonato Brasileiro, e abriram cinco de vantagem sobre o nono Goiás, maior ameaça na disputa por um lugar no torneio continental, que está em nono e ainda vai jogar nesta rodada, assim como o oitavo Corinthians, com 53. Além disso, o Inter permanece com chances reais de garantir uma vaga na fase de grupos da Libertadores. O time gaúcho está apenas três pontos atrás do São Paulo, que no momento é o último a entrar diretamente nessa etapa da competição.

Já o Botafogo, que estaria livre do risco de rebaixamento para a Série B com uma vitória, vai ter de esperar pelo menos mais uma rodada para respirar aliviado. O time é o 13.º, com 42 pontos, seis a mais do que o Cruzeiro, o primeiro dentro da região da degola.

O Botafogo começou a partida como deve fazer um time que precisa vencer: no ataque. Logo aos três minutos, a equipe carioca desperdiçou uma grande oportunidade para abrir o placar quando o veloz Rhuan deixou a defesa gaúcha para trás e ficou cara a cara com Marcelo Lomba, que levou a melhor no duelo e evitou o gol.

A melhor chance do time alvinegro, porém, ainda estava por vir. Aos 23 minutos, Diego Souza arrancou com a bola sem marcação e encobriu Marcelo Lomba com um toque sutil, mas seu chute parou no travessão.

Do outro lado do gramado, o Inter tinha mais dificuldades para articular boas jogadas de ataque. A melhor coisa que a equipe visitante conseguiu no primeiro tempo foi um chute cruzado de Guilherme Parede que passou em frente ao gol do Botafogo sem que ninguém colocasse a bola para dentro.

A equipe gaúcha se mostrou bem mais agressiva no segundo tempo e finalmente conseguiu criar problemas para a defesa do Botafogo. Enquanto isso, o time alvinegro ficou muito distante do futebol mostrado na etapa inicial. Gatito Fernández fez uma ótima defesa em um chute de Neilton, aos 11 minutos, e também trabalhou bem em outras jogadas criadas pelos visitantes, mas acabou sendo decisivo para a derrota da equipe carioca.

Aos 38, Guerrero mandou um chute forte de fora da área, só que a bola foi exatamente onde estava o goleiro do Botafogo. Gatito, então, tinha tudo para fazer uma fácil defesa, mas deixou a bola passar por entre suas mãos e presenteou o Inter com uma vitória muito importante.

Na próxima quarta-feira, pela penúltima rodada do Brasileirão, o Botafogo vai visitar o Atlético Mineiro no Mineirão, enquanto o Inter enfrentará o São Paulo no Morumbi.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 0 X 1 INTERNACIONAL

BOTAFOGO – Gatito Fernández; Fernando (Marcinho), Carli, Marcelo Benevenuto e Yuri; Cícero (Jean), João Paulo e Alex Santana (Léo Valencia); Luiz Fernando, Diego Souza e Rhuan. Técnico: Alberto Valentim.

INTERNACIONAL – Marcelo Lomba; Heitor, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso, Edenílson, Guilherme Parede (Wellington Silva), Neilton (Nico López) e Patrick (Nonato); Guerrero. Técnico: Zé Ricardo.

GOL – Guerrero, aos 38 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Rodolpho Toski Marques (PR).

CARTÕES AMARELOS – Carli e Alex Santana (Botafogo); Uendel, Rodrigo Lindoso e Edenílson (Internacional).

RENDA – R$ 394.256,00.

PÚBLICO – 30.596 torcedores presentes (28.208 pagantes).

LOCAL – Engenhão, no Rio (RJ).

Mais notícias