Holanda bate Alemanha em jogaço pelas Eliminatórias da Euro

Lance

No Volksparkstadium, em Hamburgo, a Alemanha conheceu a sua primeira derrota na campanha das Eliminatórias para a Eurocopa 2020. Com um segundo tempo perfeito, a Holanda desbancou os alemães, fora de casa, por 4 a 2, e saíram com os três pontos. De Jong, Tah (contra), Malen e Wijnaldum marcaram os gols da equipe. Gnabry e Kroos descontaram.

ALEMANHA NA FRENTE

Os primeiros minutos de partida em Hamburgo foram de ataques perigosos. A Holanda teve a primeira chance de marcar, quando Depay acertou belo chute de fora da área e obrigou Neuer a fazer bela defesa. Mas aos 9 minutos, Gnabry aproveitou rebote de Cillessen e abriu o placar para os alemães, que terminaram o primeiro tempo em vantagem.

ACORDOU

Já na volta dos vestiários, a Holanda tomou o controle do jogo e logo empatou a partida. Em jogada pela esquerda, Babel cruzou para a área e encontrou Frenkie de Jong. O jogador do Barcelona dominou e não tremeu frente a frente com Neuer, tirando do goleiro para empatar o placar aos 14 minutos.

VIRA-VIROU

Minutos após empatar a partida, a Holanda aproveitou uma Alemanha assustada para virar o placar. Aos 21, após cobrança de escanteio na área, Neuer operou um milagre, mas no rebote, Depay cruzou para a pequena área e Tah jogou contra o próprio gol, colocando a Holanda em vantagem.

QUE ISSO, JUIZÃO?!

Na pressão para empatar a partida, a Alemanha foi com tudo para o ataque, e conseguiu a igualdade com uma jogada muito polêmica. De Ligt, sem achar a bola, acabou resvalando com a mão e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Kroos tirou de Cillessen e deixou novamente tudo igual.

LARANJA MECÂNICA

Ao melhor estilo do futebol holandês, a vitória veio para os comandados de Ronald Koeman. Em jogada de velocidade, Wijnaldum rolou para Malen, que só teve o trabalho de tirar de Neuer para colocar a Holanda novamente na frente. Nos minutos finais, foi a vez de Wijnaldum aproveitar contra-ataque para matar o jogo e dar a vitória para os holandeses em Hamburgo.

Mais notícias