Eurico Miranda, ex-presidente do Vasco, morre aos 74 anos

Ex-dirigente do clube carioca faleceu no Rio de Janeiro no início da tarde desta terça-feira (12)

Eurico Miranda, ex-presidente do Vasco da Gama, morreu aos 74 anos no início da tarde desta terça-feira (12), no Rio de Janeiro. O falecimento foi confirmado ao UOL pelo filho do ex-dirigente do clube carioca horas depois de dar entrada no hospital Vitória, na Barra da Tijuca, para tratar complicações do tratamento de um câncer no cérebro.

Além do câncer no cérebro descoberto em 2018, Eurico também já havia lutado contra um câncer no pulmão e na bexiga nos últimos anos. O tratamento envolveu radiocirurgia e causou também um derrame, que piorou consideravelmente o estado de saúde.

As últimas aparições de Eurico foram em cadeira de rodas e com dificuldade para falar. Com a parte motora afetada, ele ficou com a aparência fragilizada e foi internado algumas vezes nos últimos meses. Em sua residência também havia acompanhamento hospitalar 24h.

Ainda segundo o UOL, Os amigos mais próximos, inclusive, sempre disseram que a saúde de Eurico Miranda se regulava pelo momento político no Vasco. Se estava no comando, as coisas melhoravam. Se sofria derrotas internas, a fragilidade aumentava, o que se constatou recentemente com a piora gradativa.

Eurico Miranda presidiu o Vasco em duas ocasiões: entre 2003 a 2008 e entre 2015 e 2017. As grandes conquistas do Vasco contaram com sua administração, como o Campeonato Brasileiro (1997), Copa Libertadores (1998), Campeonato Brasileiro e Copa Mercosul (2000).

Mais notícias