Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

CR7 confirmou a advogado que modelo disse “não” e pediu para ele parar

O jogador responde acusação de estupro da americana Kathryn Mayorga

Cristiano Ronaldo admitiu para seus advogados que a mulher que o acusa de estupro disse “não” e “pare” durante o sexo. Anteriormente, o jogador alegou que a acusação seria “fake news”.

As informaçõesdo jornal britânico The Sun mostram que o jogador acredita que foi sexo consensual. Cristiano afirmou para seus advogados que a ex-modelo americana, Kathryn Mayorga, não demonstrou desconforto durante ou depois do ato.

O caso aconteceu em 2009, quando o jogador saiu para comemorar a contratação pelo Real Madrid em Las Vegas, Estados Unidos. A denúncia de estupro foi realizada na mesma noite, mas um acordo foi feito entre os dois e Cristiano pagou US$ 375 mil para que a vítima não revelasse o caso. A acusação voltou a tona nesta sexta-feira (5).

De acordo com o site Extra, Kathryn Mayorga afirmou que repetiu para o jogador parar. A americana quer anular o acordo que fez com o jogador na época, que segundo ela foi feito por medo. A polícia de Las Vegas resolveu reabrir o caso.

Comentários
Carregando...