Com gol de Deyverson, Palmeiras bate o Corinthians

Palmeiras de Luiz Felipe Scolari segue embalado e mais na briga do que nunca pelo Campeonato Brasileiro. Neste domingo, o time alviverde fez valer o fator casa e derrotou o rival Corinthians por 1 a 0 no Allianz Parque. O gol foi marcado pelo centroavante Deyverson e deixou o time três pontos atrás dos líderes Internacional e São Paulo. Uma jornada que premiou o melhor futebol e a boa atuação do centroavante decisivo na vitória de número 200 de Felipão pelo Alviverde.

Pouca criação

A pressão que dá resultado

 

Na volta do intervalo, o panorama seguiu mais ou menos igual, com o Palmeiras tomando a iniciativa. Só que mais forte. Dudu passou a jogar com velocidade aproveitando os lançamentos do eficiente Felipe Melo. Moisés entrou no lugar de Thiago Santos e deu ainda mais qualidade. O Palmeiras passou a rondar a área rival e anotou no oportunismo de Deyverson. Ele ganhou no posicionamento do jovem Léo Santos, de 19 anos, e despachou Cássio. Festa no Allianz! Na sequência, Dudu ainda acertou o travessão após grande jogada individual.

Sem reação

Depois do gol, o Corinthians ficou atordoado. O setor de criação inteiro do time foi mal. Romero, Jadson, Pedrinho, Roger, todos abaixo. Talentoso, Pedrinho nem incomodou. Assim ficou difícil.

Arbitragem e pênalti não marcado

Houve muita reclamação e pressão no árbitro Jean Pierre Gonçalves Lima, que preferiu optar por deixar o jogo correr. Acertou na maioria dos lances, mas pecou ao não assinalar um pênalti em Marcos Rocha no segundo tempo. O lateral-direito foi atingido por Douglas e mostrou a marca depois ao auxiliar.

Felipão 200 vezes

A fase do Palmeiras é espetacular. No Brasileiro, após a chegada de Felipão, são cinco vitórias e dois empates. O comandante chegou a 200 vitórias pelo clube e igualou seu retrospecto contra o Corinthians.Agora, são dez vitórias, nove empates e dez derrotas. Que tarde!

Trabalho para Jair

Diante de mais uma atuação sem inspiração ofensiva e com problemas atrás, o técnico terá muito o que fazer para mudar a situação do time na tabela. E não terá tempo. Afinal, quarta-feira já encara o Flamengo pela semifinal da Copa do Brasil. Momento delicado.

Mais notícias