MS fecha Paralímpiadas com o terceiro maior número de medalhas entre os estados

No total foram 9 conquistas

Com um total de 9 medalhas, uma de ouro e oito de bronze, os paratletas de Mato Grosso do Sul ficaram em 3º lugar no ranking final de medalhistas por estado, empatados com os do Rio Grande do Norte. O Brasil conquistou um total de 136 medalhistas e garantiu o 8º lugar no quadro geral de medalhas das Paralímpiadas Rio 2016.

Os sul-mato-grossenses se destacaram garantindo o bronze no futebol de 7, com oito jogadores na seleção e o ouro no atletismo com Silvania Oliveira, atleta de Três Lagoas. O Rio Grande do Norte conquistou um ouro, seis pratas e 2 bronzes, um total de 9 medalhas, garantindo empate no ranking com MS.

Os líderes foram São Paulo com um total de 35 medalhas, 10 ouros, 14 pratas e 11 bronzes, ficando em primeiro lugar, seguido do Rio de Janeiro com 21 medalhas, 2 ouros, 8 pratas e 11 bronzes. No total o Brasil conquistou 135 medalhas, sendo 27 ouros, 43 de prata e 65 bronzes.

Confira o ranking completo 

 

Por região o Centro-Oeste conseguiu 22 medalhas, ficando atrás do Sudeste com 64 medalhas e do Nordeste com 26 medalhas. O sul conquistou um total de 15 medalhas e o norte com 8 completa o ranking.

 Reprodução/EBC

 

O atleta que mais conquistou medalhas na competição, foi o nadador paulista Daniel Dias, de Santos, com nove medalhas. O atleta Maurício Dumbo, que nasceu na Angola, mas se naturalizou brasileiro no começo deste ano, também conquistou uma medalha na seleção de futebol de 5, esporte para deficientes visuais.

Cinco estados não tiveram representantes no pódio das Paralímpiadas Rio 2016: Amapá, Mato Grosso, Piauí, Roraima e Sergipe. 

Mais notícias