Flamengo aplica nova goleada e fica bem perto da próxima fase da Copinha

Com a vitória, o time carioca está perto de assegurar uma vaga nas fases finais do campeonato

O Flamengo deu nesta terça-feira um enorme passo rumo à próxima fase da Copa São Paulo de Juniores de 2015. O time carioca goleou o Vilhena-RO por 5 a 0 e agora só não pode ser goleado na terceira e última rodada do grupo Q para confirmar a primeira posição da chave e assim permanecer na briga pelo seu terceiro título da competição.

Com a vitória, o Flamengo chegou aos seis pontos e oito gols de saldo, contra três pontos de Sampaio Corrêa-MA (zero de saldo) e Osasco-SP (-2 de saldo). O Vilhena-RO, seu adversário desta terça-feira, acumulou sua segunda derrota e desta forma foi eliminado da Copinha.

A última rodada acontece na próxima sexta-feira. Sampaio Corrêa e Vilhena fazem o primeiro jogo, às 19h (de Brasília), enquanto Osasco e Flamengo duelam às 21h na última partida do grupo.

Fases do jogo: Totalmente superior, o Flamengo criou boas chances antes de conseguir abrir o placar, aos 18min. Cafu foi empurrado dentro da área, e o juiz marcou pênalti, convertido por Douglas Baggio. Apenas seis minutos depois já veio o segundo. E foi um golaço. Jajá recebeu perto da área, deu um drible de letra no adversário e bateu de esquerda, com categoria. O goleiro ainda chegou a desviar na bola, mas não conseguiu evitar o gol. 2 a 0.

O Flamengo seguiu pressionando e só não fez mais ainda no primeiro tempo porque o goleiro Victor não deixou. Na segunda etapa, porém, o time carioca voltou a mexer no marcador, aos 17min. Jorge fez linda jogada individual pela esquerda, passou por toda defesa do Vilhena e serviu Douglas Baggio, que dominou e bateu na saída do goleiro para marcar o terceiro. Logo depois, Pablo parou contra-ataque, recebeu o segundo o amarelo e foi expulso de campo.

Com um jogador a mais, a vida do Flamengo ficou ainda mais fácil. E aos 24min, Jorge, com um belo chute de fora da área, fez 4 a 0 para os cariocas. Três minutos depois, Douglas Baggio teve a chance de marcar o seu terceiro gol na partida, mas bateu o pênalti nas mãos do goleiro Victor, que caiu em seu canto direito para fazer a defesa. Já aos 42min, Matheus Sávio fechou a conta depois de um rebote e cruzamento na medida dentro da área.

O melhor: Jorge. Fez linda jogada no terceiro gol e ainda marcou o quarto, com belo chute de fora da área. Apoiou muito bem pela esquerda, e teve pouco trabalho na defesa.

O pior: Pablo. Foi expulso no início do segundo tempo e complicou ainda mais a vida do Vilhena, que já não era nada fácil.

Para lembrar:

Tática? Os jogadores do Vilhena não desceram para o vestiário e passaram o intervalo no banco de reservas ouvindo as instruções do treinador.

Mais notícias