Governo quer prorrogar exame de saúde em concurso para PM e Bombeiros

Com o projeto, exames dos candidatos passariam a ter validade de 12 meses

O Governo do Estado quer ampliar de 6 para 12 meses a validade dos exames de saúde dos candidatos aprovados nos concursos da PM (Polícia Militar) e Corpo de Bombeiros. O projeto foi encaminhado para a Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (1º).

O projeto leva em conta a situação de emergência no Estado por conta da pandemia de coronavírus, e a aproximação do período de vencimento dos exames realizados pelos candidatos. Para que não haja prejuízos, o prazo de validade dos exames, que venceriam no mês de maio, será prorrogado por mais seis meses.

Os concursos

O concurso público de provas para ingresso no curso de formação da Polícia Militar oferece 450 vagas, sendo 388 para o cargo de soldado, 50 vagas para oficial combatente e 12 vagas para oficial de saúde. Já o concurso do Corpo de Bombeiros tem disponibilidade 200 vagas, sendo 153 para o cargo de soldado, 23 para oficial, 12 para oficial de saúde, e 12 vagas para oficial especialista.

Os oficiais da PM  receberão uma remuneração inicial de R$ 3,6 mil durante o primeiro ano do curso de formação e R$ 4 mil no segundo ano. A pós a conclusão do Curso de Formação de Oficiais da PM, o aluno-recebe remuneração de R$ 7 mil. Já os soldados, após a conclusão recebem remuneração inicial de R$ 3,3 mil após o curso.

Já no concurso para o Corpo de Bombeiros, aluno soldado recebe R$ 1.864,06 durante o período de formação. Após a conclusão será promovido à graduação inicial de soldado com remuneração inicial de R$ 3.352,53. Enquanto isso, oficiais com ensino superior recebem R$ 3.641,92 durante o período do 1° ano do curso e R$ 4.006,11 durante o 2° ano. Após a conclusão com aproveitamento no Curso, o Aluno-Oficial será declarado Aspirante-à-Oficial de acordo com a legislação em vigor e, fará jus a remuneração de R$ 7.089,13.

Governo quer prorrogar  exame de saúde em concurso para PM e Bombeiros
Mais notícias