Edital de concurso do TRF3 com salário de até R$ 12,4 mil é alterado

TRF3

O TRF3 (Tribunal Regional Federal da 3.ª Região) publicou nesta terça-feira (17) o Edital n.º 02/2019, que altera o Edital de Abertura de Inscrições nº 01/2019 para concurso público destinado ao provimento de cargos dos Quadros Permanentes de Pessoal do TRF3 e das Seções Judiciárias dos Estados de São Paulo e de Mato Grosso do Sul.

As alterações, publicadas no Diário Oficial da União, Seção 3, páginas 133 e 134, dizem respeito a correções pontuais no edital de abertura do concurso e também alteram o conteúdo programático (Conhecimentos Específicos) para os cargos de Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Informática e Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Informática.

Inscrições

As inscrições devem ser realizadas por meio do site da Fundação Carlos Chagas, até às 14 horas do dia 2/10. A taxa de inscrição é de R$ 95,00 para os cargos de nível superior e de R$ 85,00 para cargos que exigem o ensino médio.

As vagas disponibilizadas para quem tem o Ensino Superior completo são de Analista Judiciário – Área Judiciária (TRF3 – 1 vaga; Seção Judiciária de São Paulo – 2 vagas); e Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Informática (TRF3 – 1 vaga). A remuneração inicial do cargo é de R$ 12.455,30.

Para os cargos destinados ao Ensino Médio ou equivalente, as vagas são de Técnico Judiciário – Área Administrativa (TRF3 – 1 vaga; Seção Judiciária de São Paulo – 2 vagas; Seção Judiciária do Mato Grosso do Sul – 1 vaga); e Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Informática (TRF3 – 1 vaga). A remuneração inicial do cargo é de R$ 7.591,37.

Provas

A aplicação das Provas Objetivas, Estudo de Caso e Discursiva – Redação está prevista para o dia 1.º/12. A divulgação do Gabarito e das Questões das Provas Objetivas será no dia seguinte, 2/12.

Todos os atos relativos ao presente Concurso, convocações, avisos e resultados serão publicados no Diário Oficial da União, e disponibilizados, posteriormente, nos sites do TRF3 e da Fundação Carlos Chagas até a homologação do Concurso.

O Concurso Público terá validade de dois anos, a contar da data da publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado, uma vez, por igual período, a critério do TRF3.