Agepen deve empossar 200 aprovados em concurso até 4 de novembro

Posse é realizada na Sede da Agepen, em Campo Grande

A Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) deu início à posse dos aprovados em concurso público. O processo é gradativo e até 4 de novembro todos os 200 candidatos aprovados em todas as fases do concurso público serão empossados, segundo informações do Governo de MS. Foram convocados 140 profissionais de Segurança e Custódia, 40 de Administração e Finanças e 20 candidatos da área de Assistência e Perícia.

De acordo com a direção da Agepen, a escolha da vaga se dará obedecendo a ordem de classificação, conforme a disponibilização no município de preferência para a área concorrida – Segurança e Custódia, Administração e Finanças e Assistência e Perícia – e suas especificidades.

O maior número foi disponibilizado para Campo Grande, com 123 vagas; seguidas por Dourados, com 17, e Nova Andradina, com 14. Foram ofertadas também para as cidades de Bataguassu, Caarapó, Corumbá, Coxim, Dois Irmãos do Buriti, Jardim, Ivinhema, Naviraí, Paranaíba, Ponta Porã, Rio Brilhante, São Gabriel do Oeste e Três Lagoas.

Para Mônica Hainoski de Souza, 36 anos, a assinatura do termo de posse é a concretização de um sonho, após muita determinação. “Sempre quis atuar na segurança pública, na parte operacional e hoje me sinto muito feliz, com muita gratidão à Deus, feliz em ver que os planos que eu tracei deram certo”, destacou.

A posse está sendo realizada na Sede da Agepen que fica localizada na Rua Santa Maria, nº 1.307, no Bairro Coronel Antonino, em Campo Grande. Os candidatos deverão apresentar originais e cópias dos documentos listados em edital, três fotos modelo 3X4, declarações específicas, ficha de cadastro para posse e implantação na folha de pagamento disponível no site da Agepen (clique aqui).

As datas para a realização da inspeção médica e posse dos candidatos foi publicada na edição do Diário Oficial do Estado do dia 27 de setembro, a partir da página 48 (clique aqui).

(com informações da Agepen)

Mais notícias