Aluna de Mato Grosso do Sul é campeã nacional de concurso do National Geographic


A estudante sul-mato-grossense Keityane de Lima Pedrosa, 15 anos, teve o melhor desempenho entre os 20 alunos de todo o país que disputaram a fase final do concurso ‘Viagem do Conhecimento – Desafio National Geographic 2011’.


Na fase final, os alunos fizeram duas provas: a primeira de múltipla escolha, na sexta-feira (18), e a segunda uma redação, no sábado (19), após terem conhecido o Jardim Botânico, o Corcovado, Paço Imperial, Arco do Teles e Theatro Municipal. O tema da redação foi “Rio de Janeiro em três tempos”. Os alunos tiveram que fazer uma dissertação sobre o passado, o presente e o futuro da “cidade maravilhosa”.
 
“Ela é ótima aluna, super dedicada”, disse a professora de Keityane, Nilza Mara Panzatti Alonso, 64 anos. “Eu me aposentei e voltei atrás. Não consegui largar a profissão e a Keityane me deu um presente inesquecível”, completou. A estudante disse que tinha se saído bem na dissertação, mas nunca pensou que seria campeã da competição. “Todo mundo aqui é tão inteligente, o nível é tão alto, que eu achava que seria muito difícil ficar bem classificada”, disse Keityane. Com a boa notícia, a estudante ficou estimulada a seguir uma carreira na área de humanas. “Eu estava na dúvida, mas agora acho que vou fazer faculdade de relações internacionais.”
 
A premiação aconteceu no sábado à noite, no hotel Windsor Guanabara, no Centro do Rio. A redatora-chefe do portal viajeaqui e uma das responsáveis pelo projeto Viagem do Conhecimento, Gabriela Yamaguchi, conduziu a cerimônia. “Todos os alunos que estão aqui passaram por uma seleção muito difícil, portanto já são vencedores”, disse. Um dos idealizadores do projeto, o diretor do núcleo Turismo da Editora Abril, Caco de Paula, explicou por que o projeto é tão importante. “Essa olimpíada é um grande incentivo para que os alunos valorizem o estudo e os benefícios que ele traz.”
 
A novidade da edição de 2011 do desafio foi que os 20 concorrentes ganharam uma viagem, com hospedagens oferecidas pela Associação Hotéis Roteiros de Charme, para pousadas próximas às cidades onde moram. Além dos estudantes – que têm direito a levar um acompanhante -, os professores, também passarão um fim de semana na mesma pousada em que seu aluno ficar, ao lado de um acompanhante.
 
“Todos esses 20 alunos são vencedores. Não achava justo premiar os dois ou três melhores”, disse o presidente da associação, Helenio Waddington. “Sem professor, não há aluno e sem aluno, não há professor”, justificou Waddington a expansão do prêmio para os professores.Todos os participantes receberam medalhas e um certificado. Os cinco melhores estudantes também receberam um livro “Mestres da Fotografia”, da NATIONAL GEOGRAPHIC BRASIL.
 
Pela primeira vez na história do concurso, um aluno chegou à fase final por duas vezes. Jackson Agra Cunha Júnior, 16 anos, do Colégio Motiva, em Campina Grande, na Paraíba, foi 4º colocado na edição de 2010 e neste ano foi o 2º melhor estudante. “Eu já conhecia o sistema da prova, o que ajudou, mas é gratificante chegar tão longe novamente”, disse o aluno, que hoje está no 1º ano do ensino médio.
 
Aluno do 1º ano do ensino médio do colégio Objetivo de Americana, Alexandre Nogueira Martins, de 15 anos, ficou em terceiro lugar na competição estudantil. Quando soube que iria para a fase final, ele montou um plano de estudos. Mergulhou nos livros até nos finais de semana. “Quando estava no palco, fiquei tremendo, de tanta emoção. Valeu a pena ter estudado tanto.”
 
A Viagem do Conhecimento – Desafio National Geographic 2011, que está na sua quarta edição, é uma olimpíada de geografia nacional disputada por alunos do 8º e 9º ano do ensino fundamental e do 1º ano do ensino médio, de escolas particulares e públicas. (por Kátia Arima e Olavo Guerra, do National Geographic Brasil Online)

Mais notícias