Cotidiano / Economia

Preço médio do gás de cozinha deve ficar R$ 4 mais barato com tributo zerado

A partir desta quarta-feira (03) o governo federal zerou os tributos federais para o GLP (gás de cozinha). Sem a cobrança, o preço médio do botijão de 13kg deve cair de R$ 79 em média, segundo último levantamento da ANP (Agência Nacional do Petróleo) para R$ 74. A redução de 5% segue cálculos realizados pelo […]

Gabriel Maymone Publicado em 03/03/2021, às 09h50

Preço do gás de cozinha ficará menor após governo federal zerar imposto. (Foto: Juarez Machado / GES)
Preço do gás de cozinha ficará menor após governo federal zerar imposto. (Foto: Juarez Machado / GES) - Preço do gás de cozinha ficará menor após governo federal zerar imposto. (Foto: Juarez Machado / GES)

A partir desta quarta-feira (03) o governo federal zerou os tributos federais para o GLP (gás de cozinha). Sem a cobrança, o preço médio do botijão de 13kg deve cair de R$ 79 em média, segundo último levantamento da ANP (Agência Nacional do Petróleo) para R$ 74. A redução de 5% segue cálculos realizados pelo Centro Brasileiro de Infraestrutura.

Conforme as projeções e considerando o valor médio de venda praticado em Campo Grande entre os dias 21 e 27 de fevereiro pela ANP, a redução ficará em média R$ 4. Porém, pode ser de até R$ 4,50, dependendo do valor praticado pela revenda.

De acordo com o levantamento da ANP, a variação verificada em Campo Grande foi de R$ 69,90 a R$ 90.

Na segunda-feira (1º), o presidente Jair Bolsonaro editou um decreto no qual zerou as alíquotas de PIS e Cofins que incidem sobre óleo diesel e gás de cozinha.

Diesel

Já para o Diesel, a redução média em Campo Grande deve ser em torno de R$ 0,22. Conforme o levantamento da ANP, o preço médio do combustível estava em R$ 4,29 e pode chegar a R$ 4,07 nos postos.

Jornal Midiamax