Cotidiano / Economia

Inflação ao produtor da China sobe 1,7% em fevereiro

O índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês) da China avançou 1,7% em fevereiro ante igual mês de 2020, informou o Escritório Nacional de Estatística (NBS) do país nesta terça-feira, 9. Em janeiro, o indicador havia avançado 0,3% na comparação anual. O resultado, na esteira de um repique dos preços do petróleo […]

Agência Estado Publicado em 10/03/2021, às 01h11

Reprodução
Reprodução - Reprodução

O índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês) da China avançou 1,7% em fevereiro ante igual mês de 2020, informou o Escritório Nacional de Estatística (NBS) do país nesta terça-feira, 9. Em janeiro, o indicador havia avançado 0,3% na comparação anual.

O resultado, na esteira de um repique dos preços do petróleo no mundo, superou as expectativas de economistas consultados pelo Wall Street Journal, que previam alta de 1,4% para o PPI. Em relação a janeiro, o índice avançou 0,8%.

Enquanto isso, o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) chinês teve queda anual de 0,2% em fevereiro. O recuo foi menos intenso do que a queda de 0,4% prevista por analistas. Em janeiro, o indicador havia cedido 0,3% na comparação anual.

Segundo o NBS, o recuo do índice em fevereiro foi motivado pela alta base de comparação de 2020 e pela estabilização dos preços de alimentos. Na comparação anual, tanto alimentos quanto itens não alimentícios cederam 0,2% em fevereiro. Em relação a janeiro, o índice cheio avançou 0,6%.

Jornal Midiamax