Cotidiano / Economia

Auxílio emergencial: 40 milhões de brasileiros devem ser cadastrados na prorrogação de 2021

O novo ciclo do auxílio emergencial tem expectativa de atender mais de 40 milhões de brasileiros, conforme indicaram estimativas da equipe econômica do Governo Federal. A quantidade de selecionados excederá o número de beneficiados previstos, no início do projeto para 2021. Ainda assim, o benefício atenderá a uma população menor que a de 2020. Paulo Guedes, Ministro […]

Mariane Chianezi Publicado em 05/03/2021, às 16h43

Novo Auxílio Emergencial 2021. (Imagem: Ilustrativa)
Novo Auxílio Emergencial 2021. (Imagem: Ilustrativa) - Novo Auxílio Emergencial 2021. (Imagem: Ilustrativa)

O novo ciclo do auxílio emergencial tem expectativa de atender mais de 40 milhões de brasileiros, conforme indicaram estimativas da equipe econômica do Governo Federal. A quantidade de selecionados excederá o número de beneficiados previstos, no início do projeto para 2021.

Ainda assim, o benefício atenderá a uma população menor que a de 2020. Paulo Guedes, Ministro da Economia, havia declarado uma previsão de no máximo 32 milhões cidadãos beneficiados.

Guedes, pretende focar em beneficiar a população pertencente a zonas mais baixas da pobreza, selecionando-os através de filtros específicos.

De acordo com declarações de integrantes da equipe, cientes das negociações, existe um critério base para a seleção dos novos beneficiários. Segundo a equipe econômica, 75% dos que receberam as parcelas do auxílio anterior, representam 50% das pessoas com menos recursos no Brasil. Assim, o novo ciclo atenderia as pessoas inclusas na primeira porcentagem.

Por mais que esteja em discussão que o benefício será para mais 40 milhões de pessoas, considerando que 67 milhões receberam o auxílio no ano de 2020, o percentual aponta pelo menos 50 milhões de comtemplados.

Independentemente, o objetivo principal desse novo auxílio é ajudar as pessoas mais carentes, reduzindo mais os gastos referentes ao ciclo anterior. É certo que o grupo, integrado no Bolsa Família, receberá as parcelas do auxílio, mesmo que com o ajuste e reformulação do programa, para obterem um valor equivalente aos outros beneficiados.

Jornal Midiamax