Pesquisa de preços encontra materiais de higiene até 257% mais caros em Campo Grande

Procon vistoriou 16 supermercados e atacadistas da Capital

Pesquisa divulgada nesta sexta-feira (13) pelo mostra que a diferença de preços entre produtos de materiais de higiene pessoal e limpeza pode chegar a 257,5% entre um estabelecimento e outro.

Conforme o levantamento, o item com menor variação encontrada foi o desinfetante líquido OMO de 1.750 ml que variou 0,39%. Já a maior variação foi verificada no aparelho de barbear Gillete Ultragrip azul com 2 unidades, que foi encontrada com diferença de 257,5%.

No caso do aparelho de barbear, o mais barato foi encontrado no supermercado Duarte, por R$ 2,99, enquanto que no Carrefour é vendido a R$ 10,69. Já em relação ao desinfetante, os preços para comercialização são R$ 12,95 no Assaí Atacadista e R$ 12,90 no .

Entre os estabelecimentos, o que apresentou maior número de produtos com maior preço foi o supermercado São João com 33 e nesse item a menor quantidade (1) foi encontrada no Assaí e . Com relação a menor preço, a maior quantidade está no Assai (60) e a menor nos supermercados Santo Antônio, Pague Poko e São João, um em cada. O trabalho foi realizado no período de 28 de outubro a 10 de novembro.

Trimestre

O Procon estabeleceu ainda comparativo entre a pesquisa realizada há três meses e a atual. Foi constatado que dos 156 produtos pesquisados há três meses, 101 estão mais caros, enquanto que outros 54 estão mais baratos. O comparativo é estabelecido levando em consideração produtos que apresentem todas as características iguais.

Pesquisa de preços encontra materiais de higiene até 257% mais caros em Campo Grande
Mais notícias