Brasil e Paraguai podem reabrir comércio na fronteira em 10 dias, diz ministro

A fronteira entre os dois países foi fechada em 24 de março, devido a pandemia do coronavírus

Brasil e Paraguai estão finalizando o protocolo de saúde que está sendo construído para permitir a reabertura do comércio fronteiriço. A informação é do ministro de Relações Exteriores do Paraguai, Antônio Rivas que negocia com representantes dos dois países.

O ministro paraguaio ele disse que em 10 dias o protocolo estará encerrado para em seguida já abrir o comércio, segundo o ABC Color. O país vizinho tem relutado em permitir a passagem de brasileiros para o outro lado.

No dia 21 de julho o Paraguai chegou a liberar o “delivery fronteiriço”, de forma que as vendas seriam negociadas por mídias sociais/ telefone e os produtos entregues em tendas montada na fronteira, sob inspeção do Exército. No entanto, alegando falta de protocolo sanitário, decidiu suspender.

Conforme o ministro, a fronteira entre Pedro Juan Caballero e Ponta Porã é a que mais vem sendo discutida. “Podemos dar notícias boas até o final da próxima semana”, disse ele sobre o prazo de finalização do protocolo.

Segundo o ministro, a fronteira do Paraguai com Argentina é considerada “tranquila”, tanto que o movimento de carga e mercadoria nunca foi interrompido. Contudo, os países também estudam implantar um plano de biossegurança.

A fronteira entre Brasil e Paraguai foi fechada em 24 de março, devido a pandemia do coronavírus. Desde então, apenas mercadoria considerada necessária para abastecer o país vizinho foi autorizada a entrar. A provocou o encerramento de milhares de comércios no Paraguai e demissão em massa, já que o país depende principalmente do Brasil.

Brasil e Paraguai podem reabrir comércio na fronteira em 10 dias, diz ministro
Mais notícias