Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Falta de chuva compromete safra de grãos em Mato Grosso do Sul

Colheita de soja caiu 11%, informou Aprosoja

As poucas chuvas neste começo de ano e altas temperaturas têm prejudicado as safras de grãos em Mato Grosso do Sul. Entre 2 e 10 janeiro de 2018, Sete Quedas, Ponta Porã, Juti, Dourados, Bela Vista e Amambai já haviam superado o histórico de chuvas, enquanto o mesmo período deste ano está sendo bem diferente, comprometendo as lavouras de soja 2018/2019.

Segundo o presidente da Aprosoja MS (Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul), Juliano Schmaedecke, a estimativa inicial era de 10 milhões de toneladas, porém devido à falta de chuvas o valor foi revisado com a quebra estimada em 11% com a colheita podendo chegar a 8,9 milhões de toneladas.

A coordenadora do Cemtec (Centro de Monitoramento de Tempo e do Clima de Mato Grosso do Sul), Francine Rodrigues, explica que a falta de chuva em grande volume em MS está relacionada a um sistema de bloqueio atmosférico na região sudeste do Brasil que dificulta a formação de nuvens de chuva de grande porte. Ainda segundo Franciane, as chuvas localizadas que ainda estão ocorrendo em Mato Grosso do Sul são ocasionadas pelo transporte de umidade vindos da região norte do Brasil.

De acordo com o INMET, o tempo continuará abafado, parcialmente nublado a nublado com possibilidades de pancadas de chuvas isoladas abrangendo todas as regiões de Mato Grosso do Sul até sábado (13).

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...