Publicidade

Com o segundo melhor resultado do país, MS gerou 6 mil novos empregos em janeiro

O setor de Serviços foi líder de contratações, com saldo de 4,9 mil vagas

Com 6.904 novas vagas geradas em janeiro, Mato Grosso do Sul aparece em segundo lugar no ranking nacional de geração de empregos no país. Os dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) apontam que o resultado foi 383% maior do que no mês de janeiro de 2018, quando foram gerados 1.589 empregos.

O setor de Serviços teve os melhores resultados na geração de empregos em MS, com um saldo de 4.972 novas vagas. O ranking é seguido pelo setor de Agropecuária, com 1.089 novos postos de emprego e pelo setor de Construção Civil, com 346 novas vagas. “Os destaques foram nos subsetores de Serviços médicos, odontológicos e veterinários (4.483 novas vagas), Comércio Atacadista (802 novas vagas) e Administração de Imóveis (249 novas vagas)”, analisa a Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).

Já entre os setores que tiveram mais demissões do que contratações, o Comércio é o líder com 287 vagas a menos em Mato Grosso do Sul. O setor de Indústria de Transformação também integra a lista, com 37 vagas de emprego a menos. Já o setor de Serviço Industrial de Utilidade Pública teve redução de 17 vagas.

Os municípios que mais criaram postos de trabalho em janeiro foram: Dourados (4.441 vagas), Nova Andradina (334 vagas), Campo Grande (246 vagas) e Naviraí (186 vagas). Em nível nacional, Mato Grosso do Sul apresentou o segundo melhor desempenho na geração de empregos em termos percentuais, com variação de 1.21%. Em primeiro aparece Mato Grosso (1,68%).

Mais notícias