Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Setor de serviços avança 0,8% em MS, abaixo da média nacional

No Brasil, o setor apresentou crescimento de 1,2% em comparação ao mês anterior

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou a PMS (Pesquisa Mensal de Serviços) de agosto nesta terça-feira (16). Em agosto, o setor de serviços em Mato Grosso do Sul cresceu 0,8% em relação ao mês anterior. O crescimento fica atrás da média nacional, que apresenta um desenvolvimento de 1,2% no mês.

Em relação ao mesmo mês do ano passado, o setor de serviços teve uma queda de 1,6% em agosto. Segundo o IBGE, o acumulado do ano foi negativo, com crescimento de -1,5%. Já o crescimento do setor no acumulado dos últimos 12 meses, de julho do ano passado a agosto deste ano, foi de -3,6% para -3,5%.

“[O acumulado] manteve a trajetória predominantemente ascendente desde novembro de 2017 (-10,1%) e marcou a taxa negativa menos intensa desde julho de 2016 (-2,4%)”, afirmou o IBGE.

Dados nacionais

Segundo a pesquisa do Instituto, o setor de serviços cresceu 1,2% em relação ao mês anterior. O crescimento aconteceu após também avançar em junho (4,9%) e recuar 2% em julho. O avanço na passagem de julho para agosto foi acompanhado por três das cinco atividades investigadas, com destaque para transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio, que cresceu 3,2% e recuperou parte da perda de 3,9% de julho. Vale destacar os efeitos da greve dos caminhoneiros nos meses de maio (-10,2%) e junho (15,4%) nesse segmento.

Os outros resultados positivos vieram dos serviços profissionais, administrativos e complementares e de outros serviços. Por outro lado, os serviços de informação e comunicação e os prestados às famílias tiveram influência negativa.

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...