Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Mês de novembro tem queda de 0,7% dos endividados na Capital, aponta pesquisa

Os consumidores de Campo Grande demonstraram uma leve queda nos endividamentos, cerca de 0,7% em relação as contas que englobam cheques, cartões de crédito, carnês, empréstimos, prestações de carros e seguros no mês de novembro.

Segundo pesquisa feita pela PEIC (Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor) e que foi desenvolvida pela CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), o percentual saiu de 58,1% para 57,4%.

O cartão de crédito é principal causador de dívidas. A pesquisa aponta que o meio é responsável por 63,1% das dívidas, enquanto os carnês ficam na casa dos 22,8%.

A diferença não é muito distante daqueles que possuem muitas dívidas aos que possuem poucas dívidas. De acordo com a pesquisa, o percentual de 15% se consideram endividados, enquanto 19,7% acreditam estar pouco endividados. Mais ou menos endividados representam 22,6%.

Contas em atraso ainda tem causado dor de cabeça, mas o indicador aponta que os dados ficaram estáveis e permaneceram na casa dos 33,6%. Os consumidores que não terão condições de pagar representa 18,5%, enquanto os 19,4% acreditam que pagarão seus débitos.

O presidente da IPF-MS (Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Fecomércio), Edison Araújo fala na intenção nas compras de Natal, onde a maioria dos consumidores devem realizar novas compras no crédito. “São indicativos que exigem cautela do comércio”, afirmou.

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...