Inflação volta a cair em Campo Grande em março, diz IBGE

Variação foi de 0,14%

O IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) – considerado a inflação oficial do país – registrou queda, no mês de março, se comparado a fevereiro, em Campo Grande. Os dados foram divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta sexta-feira (7).De acordo com os dados, a inflação na Capital foi de 0,14%, no mês de março. 

A Cidade Morena já acumula variação de 0,94% nos três primeiros meses do ano.

Nacionalmente, O IPCA de março variou 0,25% e ficou abaixo dos 0,33% de fevereiro em 0,08%. Desde 2012, quando se situou em 0,21%, não há registro de IPCA mais baixo para os meses de março.

Com este resultado, o primeiro trimestre do ano acumula 0,96%, percentual bem inferior aos 2,62% de igual período de 2016. Constitui-se no menor resultado de primeiro trimestre desde o início do Plano Real, em 1994. No acumulado dos últimos 12 meses, o índice desceu ainda mais, foi para 4,57%, menos do que os 4,76% dos 12 meses imediatamente anteriores. Em março de 2016 o IPCA foi 0,43%

Conforme o IBGE, a respeito das quedas, observa-se que quatro dos nove grupos de produtos e serviços recuaram de fevereiro para março: transportes (-0,86%), comunicação (-0,63%), artigos de residência (-0,29%) e vestuário (-0,12%). Neles, o destaque foi a gasolina, do grupo transportes, cujo preço do litro ficou, em média, 2,21% mais barato. 

Quanto ao litro do etanol, a queda foi de 5,10%, com Recife apresentando, também, aumento de preço, 1,71%. Nas demais regiões a queda ficou entre -6,46% em São Paulo e -0,78% em Campo Grande. A passagem aérea também se destacou por apresentar queda de 9,63%.

O IPCA é calculado pelo IBGE desde 1980, se refere às famílias com rendimento monetário de um a 40 salários mínimos, qualquer que seja a fonte, e abrange dez regiões metropolitanas do país, além dos municípios de Goiânia, Campo Grande e de Brasília. Para cálculo do índice do mês foram comparados os preços coletados no período de 25 de fevereiro a 29 de março de 2017 (referência) com os preços vigentes no período de 31 de janeiro a 24 de fevereiro de 2017.

Mais notícias